Notícias

Mobilização para ampliar a oferta de produtos da agricultura familiar

  por Adileuza Barreto - 12/04/2019 21:36

A diretora de Agregação de Valor e Acesso a Mercado da Superintendência da Agricultura Familiar (SUAF/SDR), Elisabete Costa, responsável pela ação, destaca que a inserção desses produtos nas escolas será ampliada.

Ampliar o fornecimento de alimentos da agricultura familiar para a alimentação escolar é uma meta dos gestores estaduais e também uma preocupação da sociedade civil. Para incentivar a ação, as secretarias estaduais de Desenvolvimento Rural (SDR) e da Educação, estão promovendo oficinas sobre compras institucionais, por toda a Bahia, para discutir o tema.

A estratégia de implementação da política de comercialização dos produtos, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), já foi apresentada em cinco Territórios de Identidade e chega aos Territórios Sertão Produtivo, no município de Brumado, no dia 23 de abril, e na Bacia do Rio Corrente, em Santa Maria da Vitória, no dia 29 de abril.

A diretora de Agregação de Valor e Acesso a Mercado da Superintendência da Agricultura Familiar (SUAF/SDR), Elisabete Costa, responsável pela ação, destaca que a inserção desses produtos nas escolas será ampliada: “Com isso, estaremos fornecendo alimentação saudável para crianças e jovens das escolas públicas e dando oportunidade de criação de emprego e renda, fortalecendo as organizações que atuam junto à agricultura familiar”.

O empenho em sensibilizar os municípios baianos sobre a importância de uma alimentação de qualidade na rede estadual de ensino é uma preocupação também de estudantes, a exemplo de Graciele Santos de Oliveira, Fabiana da Silva do Carmo e Vanessa da Paz da Silva, do Colégio Estadual Manoel Benedito Mascarenhas, do município de Muritiba. Com esse propósito, eles apresentaram um trabalho com o tema Uma nova proposta de merenda escolar: Formação de cooperativa priorizando a agricultura familiar e ganharam o primeiro lugar no prêmio Jovem na Ciência, na modalidade Vida de Jovem Cientista.

Segundo Graciele, o grupo pretende levar esse projeto a outras instituições de ensino para esclarecer ao corpo estudantil o funcionamento da alimentação escolar e o que poderia ser feito para melhorar: “Queremos que mais medidas possam ser tomadas para que a agricultura familiar seja priorizada. Isso geraria lucros para todos os envolvidos, escola, comunidade e governo. Nossa expectativa é que exista a valorização local da agricultura familiar com a formação de cooperativa e que as escolas possam proporcionar aos estudantes alimentos saudáveis, que a própria região pode oferecer: “Nesse processo possa haver ganhos, como um cardápio mais viável financeiramente e a alimentação saudável entre os jovens”.

Premiação

O Prêmio Jovem Cientista é uma iniciativa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), primeira instituição federal de fomento à ciência, tecnologia e inovação e pioneira na concessão de prêmios no Brasil, que visa revelar talentos, impulsionar a pesquisa no país e investir em estudantes e jovens pesquisadores que procuram inovar na solução dos desafios da sociedade.

+ Política

Comentários









Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes Mensagens PodCast Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Baixo Sul Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Piemonte do Paraguaçú Recôncavo Baiano Salvador e RMS Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo Vitória da Conquista e Sudoeste
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 22/04/2019 12:08