Notícias

Maternidade em Salvador completa 60 anos e ganha posto de coleta de leite

  por Adileuza Barreto - 15/03/2019 22:10
ASCOM

Com 1200 atendimentos e mais de 400 partos por mês, a Maternidade Tsylla Balbino (MTB), em Salvador, completou 60 anos nesta sexta-feira (15), com muitas histórias para contar.

Com 1200 atendimentos e mais de 400 partos por mês, a  Maternidade Tsylla Balbino (MTB), em Salvador, completou 60 anos nesta sexta-feira (15), com muitas histórias para contar. E uma delas é de a Gerogina Crispina dos Santos (60 anos), uma das primeiras pessoas a nascer na unidade. Ela conta que a mãe teve 12 filhos, sendo duas gestações de gêmeos, incluindo a sua, “e todos nós nascemos aqui, e depois fui eu, que também tive os meus filhos aqui, sendo uma gravidez de trigêmeos. Essa maternidade faz parte da história da minha família”, conclui Georgina.

A diretora geral da Maternidade, Rita Calfa, ressalta que a data se torna ainda mais especial “porque estamos inaugurando o nosso Posto de Coleta de Leite Humano”. Ela explica que após a esterilização, o leite coletado voltará à maternidade e ajudará na recuperação dos bebês internados.

Como maternidade referência na rede estadual para assistência obstétrica, a Tsylla foi a primeira no estado e a segunda no Brasil a implantar o método canguru, que promove o contato pele a pele com recém-nascidos internados, facilitando a recuperação e o vínculo mãe-bebê. De acordo com a diretora, o método é uma estratégia voltada para o atendimento qualificado aos bebês prematuros ou de baixo peso.

A subsecretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, que foi à inauguração representando do secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas, falou da importância da Maternidade para a população, além da sua importância dentro da rede da Sesab durante esses 60 anos. Tereza Paim, que é neonatologista, fez a entrega o posto de coleta, juntamente com a diretora Rita Calfa e verificou todas as condições do local.

Ainda durante o evento, funcionários foram homenageados pela dedicação dispensada à unidade, a exemplo da enfermeira Maria Lúcia, que há 37 anos trabalha na Tsylla Balbino, “já fazendo daqui a minha casa”, diz a servidora.

Maternidade Tsylla Balbino

A maternidade possui um total de 90 leitos ativos, sendo 75 obstétricos, 10 de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal (UCINCO) e cinco de Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCA). A maternidade oferece serviços de ultrassonografia, laboratório, terapia ocupacional, fonoaudiologia, fisioterapia, nutrição, oftalmologia, pré-natal de alto risco, emergência obstétrica e ginecológica.

Lá, as mulheres dispõem de serviço de pré-natal completo, composto de consultas com médico obstetra, enfermeiro, nutricionista e assistente social. Para os recém-nascidos, a maternidade realiza triagem neonatal oferecendo os testes do olhinho, orelhinha e pezinho com uma equipe especializada.

Todas as pacientes são atendidas por equipe multiprofissional, composta por médicos gineco-obstetras, cirurgiões e clínico, técnicas de enfermagem, enfermeiras, fisioterapeutas, psicólogas, odontólogas, assistentes sociais e nutricionistas.

+ Cidades

Comentários









Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes Mensagens PodCast Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Baixo Sul Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Piemonte do Paraguaçú Recôncavo Baiano Salvador e RMS Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo Vitória da Conquista e Sudoeste
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 22/03/2019 12:01