Notícias

Sprint Race peso extra aumenta disputa entre os carros

  por Cristóvão Guimarães - 21/09/2018 16:46

A sexta etapa da competição acontece dia 13 de outubro no Velo Città, em Mogi Guaçu, interior paulista

 A temporada 2018 da Sprint Race Brasil segue sua programação no dia 13 de outubro e, nas próximas etapas finais, cada prova será um páreo duro e difícil para quem está liderando a classificação em ambas categorias – PRO e GP.

Um exemplo é o piloto Diego Ramos, que entrou para a modalidade em março passado e já acumula algumas vitórias, quatro consecutivas – como a Corrida Noturna, em Londrina e a “Race of Champions”, em Interlagos – as quais, somadas a outros resultados, o deixou na terceira posição, com 200 pontos.

Com isso, como manda o regulamento da competição, na sexta etapa, que acontece no autódromo Velo Città, em Mogi Guaçu, o piloto competirá com um peso a mais em seu equipamento – um lastro de 25 quilos –, o que pode dificultar sua sequência de bons desempenhos.

Diego Ramos competirá pela primeira vez no circuito do Velo Città. “Minhas expectativas são altas. Velo Città é uma pista que eu nunca corri na vida real, só no simulador. Mas eu espero conseguir dar meu melhor e tentar somar mais uns bons pontos para o campeonato, que tem as últimas quatro etapas”, revela o piloto, já contando os dias para correr no circuito mojiano, que pela segunda vez abriga uma prova da Sprint Race Brasil.

Sobre o lastro, Diego se mostra cauteloso. “É claro que vai dificultar um pouco mais minha pilotagem. Mas ainda assim, me vejo em vantagem, já que os dois primeiros vão carregar mais peso do que eu. É só usar a cabeça pra não fazer nenhuma besteira, somar alguns pontos preciosos no ranking e subir mais um pouco na tabela do campeonato”, aponta o jovem de 16 anos, natural de Osasco.

Dono de três títulos do Campeonato Brasileiro de Kart (de Super Cadete, Junior Menor e Junior) e da Copa do Brasil de Kart, Diego Ramos, neste ano, já tascou uma pole-position em sua estreia na Sprint Race Brasil, em Curitiba.

O piloto faz um campeonato super sólido, das 12 corridas que disputou teve apenas um abandono na segunda corrida da primeira etapa em decorrência de um incidente com outro piloto.

Concentrado nos treinos, junto aos seus companheiros da Academia Shell Racing, o titular do carro #113 revela que ainda não traçou nenhuma estratégia específica para a próxima etapa. “Meu foco é fazer uma boa corrida, ficar entre os primeiros e garantir o pódio.

Ganhar é sempre bom, mas estar ali entre os três da ponta soma mais pontos, o que pra mim já é uma grande vantagem”, afirma.

De acordo com o regulamento da competição a tabela para o “lastro de sucesso” vigora em 2018 é a seguinte: 55 kg para o 1º; 40 kg para o 2º; 25 kg para o 3º; de ambos os campeonatos, PRO e GP. O sistema de peso extra não é acumulativo. A redistribuição dos lastros acontece prova a prova. 

As exibições das corridas da Sprint Race Brasil acontecem ao longo da semana seguinte a cada etapa, dentro da programação dos canais BandSports e PlayTV, além da cobertura completa no Programa Acelerados - no SBT e no YouTube (youtube.com/acelerados), do programa National Sports Channel (canal 26 e 18, da Vivo/São Paulo) e no programa Auto + no Bandsports.

+ Esportes

Comentários









Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes Mensagens PodCast Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Piemonte do Paraguaçú Recôncavo Baiano Salvador e RMS Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo Vitória da Conquista e Sudoeste
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 15/12/2018 06:11