Notícias

DME de Itanhém publica Coluna sobre a inteligência artificial

Na atual função que ocupo, como Secretário Municipal de Educação, tenho a obrigação de estar “antenado”. Isso requer manter os sentidos no foco, buscando interagir, da maneira mais adequada possível, com tudo o que se refere às responsabilidades da função. Ademais, requer aguçar a visão periférica, captando a forma e o conteúdo do entorno que emoldura a educação no município, visto que, ainda que estes pareçam secundários, sua influência pode impedir que os resultados a que se buscam atingir não apareçam no tempo planejado ou, até mesmo, ser determinante para o sucesso ou insucesso de um dado projeto.

Entre os muitos assuntos que esta introdução permite, pretendo abordar, neste momento, um tema atualíssimo, alvo de muitas publicações em todos os canais de mídia:  a importância das ferramentas da TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO e COMUNICAÇÃO para a educação. Como venho observando, um número significativo de profissionais da educação e, maior ainda, de pais de alunos, quer por insegurança quer por receio, não vêm utilizando as ferramentas da T.I.C - TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO e COMUNICAÇÃO - como deveriam.

É visível que a informação digital avança, e o faz sem pedir qualquer permissão, amparada no fato de que, mesmo nas sociedades mais desenvolvidas, não há normas, leis, direito positivado que a regule na totalidade. Assim, por estas e outras razões, este ramo da ciência não pede licença nem bate à porta para ser atendida. Ela se tornou uma porta! E uma porta tão grande, com tantas ofertas de possibilidades, que todos, sem exceção, pelas mais diversas razões, entre elas curiosidade ou obrigação, acabarão tendo que interagir com este PORTAL, que veio e estabeleceu-se e cujos domínios são inimagináveis. Em face a esse contexto, é necessário que as inseguranças próprias da lida com o novo, com o desconhecido, sejam logo superadas.

 Quem ainda não se sente confortável para interagir com esta NOVA REALIDADE precisa, com urgência, agregar conhecimento, por menor que seja, para obter condições de dialogar, de caminhar junto, de compreender os aspectos positivos e negativos da grande rede WWW (“World Wide Web”, em inglês, e “Rede de Alcance Mundial”, em português).

Quem assim não proceder só restará LAMENTAR. E não há arrependimento que faça voltar o tempo. O máximo que alguns poderão conseguir é tateando ou, sendo guiado por terceiros, manter-se próximo a esta GRANDIA VIA, Avenida Principal do Mundo.

Posto isso, a presente abordagem pretende reiterar, mesmo longe da profundidade que o assunto requer, o que tem sido exposto por profissionais gabaritados, tanto da área da educação quanto da área de informática: a importância de obter conhecimentos mínimos para usar a T.I.C. Sem esses conhecimentos imprescindíveis, é quase impossível conectar-se à realidade.

Como se sabe, o aqui e o agora do jovem do início deste século está exigindo respostas rápidas e difíceis, visto que, ao tempo em que esse jovem tem acesso a um volume de informações sem precedentes, muitas indagações povoam sua mente. Ele precisa de respostas que lhe possibilitem viver entre dois mundos conflitantes.

O primeiro é fruto do ambiente onde nasceu. Deste, ele traz, pela genética e por todo o conhecimento que a família e as instituições da sociedade tentaram nele introjetar, valores advindos dos usos, dos costumes e das normas, regidos por princípios morais e éticos, herança da educação de seus antepassados, responsáveis pela formação de sua identidade inicial.

 O segundo é resultado dos avanços tecnológicos, tal como a T.I.C. Trata-se de um mundo novo que adentrou em sua vida, de uma realidade fascinante que devora mitos e que, num efeito dominó, desconstrói quase tudo o que aprendeu sobre usos, costumes e normas, operando no seu dia a dia, por meio de ferozes ataques à ética e à moral que lhe norteavam. Este novo ambiente o atrai, instigando-o, desafiando-o. Esta conjuntura o seduz. Na sua mente, ele é um coacervado no meio de cultura ideal, sob uma atmosfera ionizada, repleta de luz e energia. Se, num momento, acredita que pode se transformar no que quiser, no momento seguinte, quando a euforia passa - sobretudo para os menos preparados - consequência de inúmeras razões, estará em apuros, tornando-se vítima deste novo ambiente, da nova ordem mundial, que a internet possibilitou. Todos os tipos de mídias, diariamente, apresentam-lhe sucessos e também transtornos. Nesse contexto, atos antes inimagináveis são praticados e sofridos por jovens oriundos de diferentes segmentos da sociedade, os quais não foram orientados a lidar com esta nova realidade

É inegável que há uma nova geração sendo formada, tendo ao seu dispor, em tempo real e gratuitamente, mais informações a que nenhuma outra, em nenhum outro tempo, teve acesso. A título de exemplo, um jovem do nosso tempo possui mais informações em seu celular que todo o conhecimento registrado nos livros e pergaminhos da biblioteca de Alexandria, uma das sete maravilhas do mundo. Caso queira, esse mesmo jovem obterá mais informações sobre guerras que Sun Tizu, Alexandre Magno, Napoleão Bonaparte. Isto era inimaginável há 30 anos.

Depreende-se disso que não se pode negar que os aspectos positivos da TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO são muito maiores e, de longe, superam as inconveniências, digo, sendo brando, o número sem fim de seus aspectos negativos. Em tempo: Por se tratar de um assunto bastante comentado e divulgado, o qual pode ser encontrado facilmente, não me aprofundarei nos detalhes sejam eles positivos sejam negativos.

 No entanto, por outro lado, não se pode deixar de citar que, do casamento entre a Tecnologia da informação e a Internet, nasceu uma criatura, que de um “feto”, há pouco menos de uma década, tornou-se hoje “criança”. Esta criatura vem crescendo a uma velocidade espantosa, já possuindo e superando de longe todos os sentidos humanos: a visão, o olfato, o paladar, a audição e o tato. Sua capacidade de memória e de processamento de dados já alcança a casa de bilhões de “TERAS”(Terabyte - unidade de medida de memória digital) e velocidade de bilionésimo de nano segundos.

Por estes e outros fatores, tal criatura já anda, fala e responde a raciocínio lógico. O nome dessa criatura é INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, a qual, de tão poderosa que está se tornando, tem incomodado até mesmo seus criadores. Sem receio, eles já confessaram: “não sabemos até quando poderemos ter o controle sobre esta criatura; não há dúvida, haverá um momento em que ela se tornará totalmente independente, e o receio maior é que a criatura se volte contra o seu criador”. Disso, conclui-se que não falta muito para que a INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL tenha a possibilidade de DOMINAR o mundo, até agora dominado pela espécie humana.

Sendo assim, em razão da importância da TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO e COMUNICAÇÃO e considerando as constatações que fiz e que persistem no dia a dia do ambiente em que trabalho, destaco duas importantes conclusões:

a)      Há muitos profissionais atuando na educação, os quais, por insegurança e, às vezes, por não buscar conhecimento, estão cada vez mais distanciando-se do futuro, sem perceber que este futuro já começou, que já é uma realidade palpável na vida daqueles que são seus alunos.

b)      A maioria de pais de alunos desta geração não tem consciência de que a principal via de informações do planeta terra, a avenida principal do mundo, está atravessando o caminho de seus filhos, trazendo-lhes não somente benefícios, mas também muitos – e preocupantes – perigos.

Ante o exposto, necessário se faz que todos os profissionais da Educação e pais de alunos busquem se apropriar de mais conhecimento e de como utilizar as ferramentas da Informática.

Nesse sentido, é importante ressaltar que a grande rede, a INTERNET, por todos os seus Portais, oferta gratuitamente, atendendo a qualquer agenda, os caminhos para que qualquer leigo, que quiser, possa aprender os primeiros passos, melhor ainda, o passo a passo de como acessar a GRANDE VIA, buscando nela os seus aspectos positivos e bloqueando e/ou denunciando seus aspectos negativos. Somente conhecendo conteúdos, caminhos e atalhos percorridos pelos jovens na rede é que todos poderão colaborar de forma positiva para que esta nova geração seja os homens e as mulheres que darão continuidade à vida que desejamos para eles e para nosso planeta.

Cumpre registrar ainda que contatos mantidos com outros Dirigentes Municipais de Educação permitem afirmar que os problemas aqui apresentados, relacionados ao uso das ferramentas da Tecnologia da Informação e Comunicação, repetem-se de igual modo na totalidade dos municípios da Bahia. Mudar esta realidade é uma responsabilidade de todos e precisa ser enfrentada com muita urgência. É uma necessidade inadiável.

Por fim, além de desnudar esta realidade que nos afronta, pretendeu-se pautar o tema “A importância do uso das ferramentas da TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO” como o principal item, dos muitos necessários, para mudar a história da educação no Estado da Bahia, a qual infelizmente foi avaliada pelo MEC, em setembro/2018, como a segunda pior educação básica do Brasil.

 

Postado em 25 de Abril, às 07:32 por Redação Criativa 0 comentários

Sobre sua carreira: pare de viver um conto de fadas

O tema deste artigo costuma chocar algumas pessoas, mas a intenção é alertar sobre o perigo de acreditar em "pensamentos mágicos", e ao mesmo tempo apontar caminhos mais assertivos e realistas.

Muitos pais e professores, por falta de informação, repetem uma historinha para as crianças, digna de um conto de fadas: “você pode ser tudo que quiser, basta esforço”. Nos tornamos adolescentes, depois adultos e continuamos ouvindo a mesma ladainha por todos os lados. "Leia o livro X, faça o seminário Y, participe do retiro Z e alcance tudo aquilo que deseja".

Na grande maioria dos casos, especialmente na vida profissional, isso é pura ilusão, e conhecer a realidade chega a ser libertador: você pode ser excelente em pouquíssimas atividades, medíocre em várias e incompetente na grande maioria delas. Portanto, esqueça as áreas em que não tenha afinidade e prioriza aquelas em que tem talento.

Para deixar claro: talento é algo que fazemos bem feito, naturalmente e com facilidade. Ser uma pessoa engraçada, ou ter raciocínio rápido ou ser articulada, ou organizada, ou criativa, ou ter jogo de cintura, ou até boa memória são alguns dos incontáveis talentos que aparecem com frequência. Na prática é muito mais fácil evoluir de nota 7 para 9 em uma atividade profissional em você tenha afinidade do que passar de nota 3 para 5, em outra que você não tem aptidão. No primeiro caso, você transforma algo bom em excelente e, no segundo, um desempenho ruim em medíocre, na melhor das hipóteses.

Quando identificamos e aprimoramos nossos talentos (que repito, são poucos), os resultados aparecem com maior rapidez, a carreira evolui e nos tornamos cada vez mais produtivos. Por outro lado, esforçar-se em algo em que você não tem vocação é perda de tempo, energia e dinheiro.

Isso ocorre por causa de nossa configuração cerebral. Sempre que somos obrigados a fazer uma tarefa complexa que não temos aptidão, sentimos enorme fadiga mental. Essa exaustão é resultado de uma ação mais intensa dos neurônios relacionados a esta atividade, que leva à produção de adenosina, substância que causa sonolência e nos obriga a desistir ou desacelerar e nos impede de sustentar o mesmo nível de atividade por muito tempo. Essa substância age como uma proteção, pois, ao nos deixar cansados (e com sono), evita que os neurônios envolvidos na ação entrem em colapso e morram.

O problema é que essa exaustão é muito mais rápida em atividades que não gostamos ou temos dificuldades. Uma pessoa tímida fica extenuada quando precisa passar o dia conversando com estranhos, já o extrovertido cansa quando precisa trabalhar em silêncio por muitas horas. O impaciente sofre quando precisa fazer atividades repetitivas e que exijam calma, enquanto a pessoa paciente tem enorme dificuldade em trabalhar sob pressão e assim por diante. Ao contrário, quando você executa uma função que seja compatível com sua personalidade, seus neurônios resistem ao esgotamento por muito mais tempo e sustentam tarefas complexas, eficazmente.

Por isso, quanto mais você conseguir usar seus talentos, maior será sua produtividade. Não quero dizer aqui para você se acomodar ou nunca fazer tarefas desagradáveis de vez em quando, e sim para definir prioridades e gastar energia em carreiras, profissões ou trabalhos em que você tenha oportunidade de se destacar.

Para que isso aconteça, o ideal seria gastar cerca de 70 a 80% do tempo disponível para aproveitar e aprimorar suas potencialidades, e 20% a 30% para ajustar ou consertar pontos fracos que estão limitando seu crescimento profissional.

Portanto, independentemente de sua idade atual, é fundamental obter profundo autoconhecimento para planejar com antecedência os caminhos de sua vida profissional, já que as opções, que são muitas, continuarão aumentando cada ano e será provável que as pessoas tenham três ou mais carreiras nos próximos 40 ou 50 anos.

A conclusão é: esqueça esta frase infeliz ("você pode ser qualquer coisa”) e priorize aquilo que você realmente gosta e tem talento, pois ali está a grande oportunidade de ser verdadeiramente bem-sucedido.

Postado em 23 de Abril, às 17:37 por Adileuza Barreto 0 comentários

Estudos indicam que o planeta enfrentará escassez de água de 40% em 2030

Relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) revela que, se não houver uma melhor gestão dos recursos hídricos planetários, as reservas de água doce da Terra podem cair 40% até 2030.

Uma das razões para isso é o aumento da produção agrícola, que deve crescer 60% até 2050, ameaçando dificultar o acesso à água para parte da população.

Atualmente, há aproximadamente 748 milhões pessoas no mundo que não têm acesso a água potável.

Para apresentar soluções para este cenário, será realizado na cidade de Salvador (BA), entre os próximos dias 22 e 23 de maio, o 3º Seminário da Associação Latino-americana de Dessalinização e Reutilização da Água (Aladyr).

O evento promoverá diversas palestras sobre temas como dessalinização da água, tratamento de efluentes e gestão da água para a indústria de alimentos e bebidas, agropecuária e mineração.

Projetos para o reuso da água em grandes complexos industriais, a gestão da água para criação sustentável de gado e transferência de tecnologias de dessalinização entre Israel e Brasil também são temas que se encontram na agenda do seminário. 

Segundo o presidente da Aladyr, Juan Miguel Pinto, “a água é uma fonte fundamental de desenvolvimento econômico, mas deve ser usada com equilíbrio, seja para irrigação agrícola ou para a produção de energia”.

E ele completa: "em nosso evento em Salvador, iremos discutir a melhor gestão e o uso mais escrupuloso dos recursos hídricos, que podem ser alcançados mesmo em países em desenvolvimento”. 

De acordo com o relatório da Unesco, a agricultura é um dos setores produtivos que mais consomem água.

O mais preocupante é que a produção agrícola vai aumentar 60% até 2050, o que pode levar a escassez de água. 

Outro dado importante é que, atualmente, 20% das águas subterrâneas do planeta estão sendo explorados de forma abusiva.

Foco brasileiro

“No Brasil, o recém-eleito presidente Jair Bolsonaro já expressou abertamente seu interesse em projetos de dessalinização da água”,  diz o presidente da Aladyr, Juan Miguel Pinto. “O orçamento de 2019 do Ministério da Economia contempla US$ 225 milhões para saneamento e mais US$ 500 milhões para recursos hídricos”.
Vale lembrar que o 3º Seminário da Associação Latino-americana de Dessalinização e Reutilização da Água (Aladyr), a ser realizado em Salvador entre os dias 22 e 23 de maio, conta com o apoio oficial do governo brasileiro.

Estará presentes no evento uma comitiva do Ministério do Desenvolvimento Regional do Governo do Brasil.

Postado em 22 de Abril, às 18:38 por Adileuza Barreto 0 comentários

Modelo fala sobre os benefícios do chocolate para o cabelo e pele

Nessa época do ano o consumo de chocolates é mais do que incentivado. Por onde quer que se olhe lá está o chocolate, para nos lembrar que já é Páscoa. No entanto, apesar do apelo a degustação dessa delícia gastronômica, o chocolate apresenta muitos outros benefícios.

O modelo Eduardo Rodrigues se considera uma pessoa que se cuida para estar sempre em boa forma, além de pele e cabelos perfeitos, para estar sempre no seu melhor para as sessões fotográficas e trabalhos de passarela que realiza. Ele revela que o chocolate na verdade é um aliado da beleza: "O chocolate, devido ao cacau, é rico em antioxidantes e possui ação umectante, e por isso é muito eficaz para cuidar da pele e o cabelo. Não é a toa que encontramos tantos cremes hidratantes com este ingrediente no mercado. Eu uso alguns e aprovo”. 

Uma das marcas registradas do modelo é o seu famoso topete. Eduardo confessa ter um cuidado com os cabelos especial e diz que o chocolate é um ingrediente poderoso para isso: "o chocolate é rico em gorduras que fazem bem para o cabelo. Nossos fios são compostos por uma parte de lipídeos que precisa ser reposta, e isso pode ser proporcionado com base nos ativos nutritivos do cacau", explica.

Apesar disso, o modelo revela que nessa Páscoa não irá se esbaldar no chocolate: “estou em preparação para o Mister Divinópolis e tenho intensificado não apenas os cuidados estéticos mas também a dieta e os treinos. Então, infelizmente nessa Páscoa nada de chocolates pra mim, só mesmo nos tratamentos estéticos”.

Postado em 22 de Abril, às 18:15 por Adileuza Barreto 0 comentários

Ovos de Páscoa: consumidor deve ficar atento aos preços e tamanhos dos chocolates

Faltam poucos dias para a Páscoa e os consumidores que forem às compras devem ficar atentos quanto aos preços e tamanhos dos ovos e outros chocolates de forma geral. O especialista em direito do consumidor e professor do Centro Universitário Internacional Uninter, Alex Branchier, explica que a oferta em 2019 é de menos quantidade de chocolate em cada produto na tentativa de oferecer ao consumidor uma conta mais barata.

“A diminuição do peso dos produtos pode contribuir como fator de acessibilidade do consumidor aos chocolates”, afirma o professor. Por exemplo, um ovo de 410 gramas que em 2018 era vendido por R$ 55, devido ao aumento do valor dos insumos e matéria-prima, deveria ter seu preço atualizado para R$ 62 em 2019. Ao sofrer redução de volume e manter o mesmo preço de R$ 55, ao menos será facilitado o acesso do consumidor pelo fator ‘preço final’, ainda que de fato o aumento regular da cadeia produtiva tenha sido repassado. “A prática abusiva pode se revelar nos casos em que não é esclarecido ao consumidor essa diminuição, bem como quando o fornecedor aumenta exagerada ou imotivadamente o preço de seu produto”, explica.

E não foram apenas os tradicionais ovos que diminuíram em peso, mas igualmente os chocolates variados, de caixas de bombons a barras médias e pequenas. Nesses casos, o consumidor terá o direito à informação adequada e clara acerca da redução de peso e volume do produto, que deverá estar estampada no rótulo ou na embalagem dos produtos de época.

Portanto, se o cliente perceber ou desconfiar que o fornecedor está disfarçando um aumento de preços abusivo e se valendo inclusive da redução de peso/volume, deve denunciar a prática ao Departamento Estadual ou Nacional de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) e às Promotorias de Defesa do Consumidor do Ministério Público de seu estado.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo Uninter é o maior centro universitário do país, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e a única instituição de ensino a distância (EAD) do Brasil recredenciada com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC).  Sediado em Curitiba (PR), já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 210 mil alunos ativos nos mais de 200 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Com mais de mil polos de apoio presencial, estrategicamente localizados em todo o território brasileiro, mantém cinco campi no coração de Curitiba. São 2 mil funcionários trabalhando todos os dias para transformar a educação brasileira em realidade. Para saber mais acesse uninter.com.

Postado em 20 de Abril, às 16:16 por Adileuza Barreto 0 comentários

Obra parada, desperdício certo

A falta de recursos financeiros para investimento em empreendimentos tem dominado o panorama do setor público brasileiro. A situação ainda é mais grave pelo grande número de obras paradas em todas as regiões brasileiras. Em 2018, os investimentos em infraestrutura alcançaram 1,67% do PIB (Produto Interno Bruto), quando o recomendável gira em torno de 4% do PIB.

O país precisa avançar com os projetos estratégicos oferecendo as condições necessárias para o setor privado investir com segurança. Caso contrário, corremos o risco de continuar vendo quase 14 mil obras paradas, segundo um levantamento do TCU (Tribunal de Contas da União). Por meio das privatizações das estatais, concessões e as parcerias público-privadas, temos condições de retomar os empreendimentos de infraestrutura, além de garantir economia para o Tesouro Nacional.

O próximo passo é preparar um planejamento vigoroso para o país, com princípio técnico robusto. Ele deve ser um instrumento essencial para os governos e com a possibilidade de revisão e atualização periódicas. O planejamento é uma ferramenta fundamental para a administração pública brasileira sistematizar suas políticas e ações para a expansão e operação da infraestrutura nacional.

Ainda hoje nos deparamos com dirigentes pouco afeitos a um planejamento de longo prazo, que adotam decisões de afogadilho, com prazos irreais, muitas vezes vinculados a um cronograma eleitoral, utilizando processos de contratação que impossibilitam a aquisição de projetos básicos e executivos de engenharia que permitam uma caracterização adequada do empreendimento a ser construído. Os governantes precisam refletir sobre a lógica a ser seguida: planejar, projetar e executar.

Quando o governo planeja e contrata de forma correta, contribui para reduzir o desperdício de dinheiro público. Mas um projeto pode ser mal contratado com base apenas no menor preço ou com disponibilização de prazos inexequíveis. O princípio da boa contratação leva em consideração que a qualidade dos projetos básicos e executivos de engenharia são a base para empreendimentos bem executados e operacionalmente eficientes.

Estamos em um momento para traçar novos rumos na nossa história. Esse é o momento para o país avançar pelo caminho certo e investir corretamente em empreendimentos que permitam o desenvolvimento econômico e social da nossa população.

(*) Russell Rudolf Ludwig é engenheiro e vice-presidente de Administração e Finanças do Sinaenco (Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva).

 

Postado em 20 de Abril, às 16:12 por Adileuza Barreto 0 comentários

Confira o poema “A Páscoa”, por Álvaro Pinheiro DME de Itanhém

PÁSCOA
A Páscoa é sempre um momento de reflexão,
Neste tempo de vale tudo,
De vale o quanto se possui,
Neste tempo de vencer ou vencer,
De um stress que não tem limites,
A Páscoa nos faz lembrar,
Que a RENÚNCIA pode ser PODEROSA,
Então, eis aí oportunidade,
Em nome da qualidade de Vida,
Da Família,
Da Saúde,
Da Paz,
Do que é Justo,
Do que é Verdadeiro,
Da Ética,
Não faltam razões para que TODOS
Se permitam fazer concessões,
Aceitar os diferentes,
Aceitar seus limites,
Apreciar a Natureza,
Valorizar a si e ao próximo,
Na RENÚNCIA pode estar a grande vitória,
E Cristo nos dá o exemplo,
Ao RENUNCIAR a si mesmo,
Abriu novas possibilidades.
A obsessão cega,
A RENÚNCIA abre oportunidades,
Faz acordos,
Reconcilia,
Traz o sorriso de volta,
Mostra que somos HUMANOS
RENUNCIAR É SER MAIS NÓS E MENOS EU.
É só isto, então não é pedir muito ou é?

FELIZ PÁSCOA!

 APROVEITE - SEJA FELIZ!

Álvaro Pinheiro

Postado em 18 de Abril, às 11:51 por Magno Bastos 1 comentários

Se você exagerou no chocolate, saiba como cuidar da pele após a Páscoa

Alimentos gordurosos, ricos em açúcar ou que incluem derivados do leite em sua composição podem estimular a produção das glândulas sebáceas, aumentando a oleosidade da pele. O chocolate ao leite, um dos principais ingredientes dos ovos de Páscoa, é um dos alimentos que, quando consumidos em excesso, podem deixar a pele mais oleosa.

Além de diminuir o consumo desses alimentos, alguns cuidados simples ajudam a reduzir a oleosidade. O farmacêutico Adriano Ribeiro, da rede Extrafarma, separou algumas dicas para cuidar da pele depois dos exageros da Páscoa. “É importante também consultar um dermatologista, que pode avaliar os casos de acne e a necessidade de um tratamento mais intensivo”, afirma.

Mantenha a limpeza de pele em dia

A primeira medida para combater oleosidade da pele é mantê-la sempre limpa, com o uso de sabonetes faciais ou loções de limpeza com ingredientes adstringentes. O ideal é lavar o rosto duas vezes ao dia, pela manhã e à noite, antes de dormir.

Saiba escolher os produtos

Ao contrário do que possa parecer, a pele oleosa não é hidratada naturalmente, por isso também precisa de produtos que a protejam do ressecamento. Mas é fundamental ficar atento à escolha de produtos adequados. Os mais densos e pesados devem mesmo ser deixados de lado: escolha hidratantes específicos para a pele oleosa e que ajudam a controlar a acne. As melhores opções são os hidratantes com pouco óleo em sua composição: sérum, gel, gel-creme ou até mesmo geleia hidratante.

Não descuide da proteção solar

A oleosidade não pode ser motivo para deixar a pele desprotegida. “O uso diário de filtro solar é essencial para manter a pele sempre saudável, e atualmente todas as principais marcas de cosméticos possuem boas opções para peles oleosas, com texturas leves e toque seco”, explica Adriano.

Renove a pele

Cremes e loções esfoliantes removem a camada mais superficial da pele, ajudando a desobstruir os poros e reduzir os cravos. Em peles oleosas, recomenda-se o uso do esfoliante duas vezes por semana.

Cuidado ao se maquiar

Antes de usar produtos de maquiagem, certifique-se de que o rosto está bem limpo. Use bases e pós adequados para seu tipo de pele e remova todos os resíduos de maquiagem com loções demaquilantes antes de dormir.

Sobre a Extrafarma

Fundada há 58 anos, a Extrafarma atua no mercado de varejo farmacêutico do Brasil. Com mais de 400 lojas e mais de 7 mil colaboradores diretos, a rede conta com mais de 8 milhões de clientes cadastrados no seu programa de fidelidade, o Clube Extrafarma. Em 2014, a empresa passou a fazer parte do Ultra, companhia multinegócios da qual fazem parte também Ipiranga, Ultragaz, Ultracargo e Oxiteno.

Postado em 18 de Abril, às 11:11 por Yago Lázaro 0 comentários

Porque deveríamos dar um tempo do WhatsApp e trocar mais conversas no 'tête-à-tête'

Os celulares se tornaram uma parte essencial na rotina das pessoas, para muitos a primeira coisa a se fazer ao acordar é olhar o celular, sete em cada 10 adolescentes brasileiros tem esse hábito, por exemplo. 
No geral, 79% dos brasileiros usam o celular para evitar conversas com outras pessoas, além de apontar que 37% dos usuários não sabe se distrair sem o aparelho por perto. 
 
Desfocando-se do 'vício', estamos robotizando a interação social e perdendo completamente as habilidades de socialização. É bem comum e você com certeza já se deparou com uma mesa de amigos, ou trabalho, onde todos estão apenas sentados juntos, porém, todos de olhos estão nos celulares... ou pior, ter passado pela situação de estar mexendo no celular enquanto assiste um filme, ou faz outra qualquer atividade, ou seja, tem nos consumido.

Postado em 18 de Abril, às 09:44 por Yago Lázaro 0 comentários

Oficinas capacitam técnicos do Estado para o PPA até o dia 23

As equipes técnicas do Governo do Estado, que incluem Assessores de Planejamento e Gestão (APG´s), servidores das áreas finalísticas, além dos poderes legislativo e judiciário, estão sendo capacitadas para o método de construção dos componentes do Plano Plurianual 2023-2023 até o próximo dia 23. As oficinas do PPA, que tiveram início no último dia 10, têm sido realizadas diariamente no auditório da Secretaria Estadual do Planejamento (Seplan) e já capacitaram, até esta terça-feira (16), 162 servidores, visando garantir uniformidade e coerência em todos os programas.

Representante da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb), Alexandre Sobral, participou da atividade nesta terça-feira e destacou sua importância para a eficácia do plano. “É muito importante que o Governo do Estado busque essa conexão com os anseios da sociedade, com a população, com os Territórios de Identidade e, ao mesmo tempo, tenha a perspectiva técnica das secretarias e demais órgãos e que possa, de forma democrática e acompanhada por uma pedagogia moderna, estar discutindo as problemáticas do estado e buscando as melhores soluções com base no planejamento estratégico das unidades”.

Valeria Valverde, Coordenadora de Tecnologia da Assessoria de Planejamento e Gestão da Casa Civil, fala sobre a natureza das oficinas. “Esse momento das oficinas é a oportunidade que a gente tem de alinhar o conhecimento como um todo,  a noção do planejamento, dos instrumentos e todos os componentes nos quais o planejamento se constrói. E o público não é um público único, aqui a gente tem as pessoas que são envolvidas com orçamento, as pessoas que são envolvidas com o planejamento como um todo, pessoas que são envolvidas com gestão de tecnologia como eu, então, promove um alinhamento do conceito que tem que ser básico para todos nós gestores públicos”, explica.

Depois das escutas sociais, realizadas nos 27 Territórios de Identidade da Bahia, o PPA 2020-2023 do Governo do Estado foi lançado pelo governador Rui Costa e pelo secretário do Planejamento, Walter Pinheiro, no início deste mês. O PPA é realizado de forma participativa desde 2007, resultado de iniciativa até então inédita no Brasil, com o objetivo de assegurar maior diálogo entre Estado e sociedade para a construção de políticas públicas e mais transparência nas ações do governo. 

Postado em 17 de Abril, às 22:36 por Adileuza Barreto 0 comentários

Schraiber aposta em produtos Home Care para manter a pele bonita e saudável

Toda pele precisa de hidratação e apostar em um bom creme hidratante é um cuidado indispensável na rotina de beleza. No entanto, muitas mulheres acabam ficando em dúvida na hora de escolher um produto. Isso porque atualmente existem diversas opções para cada tipo de pele, com diferentes texturas e componentes. Além disso, já é possível utilizar em casa produtos com qualidade profissional.

A Schraiber - empresa que produz suplementos alimentares, probióticos, phytocosméticos e insumos homeopáticos – apostou na tecnologia para desenvolver produtos eficientes e de qualidade. Entre os campeões de vendas estão os Cremes Luminous Cream e Magic Woman.

O Luminous Cream tem em sua fórmula o extrato de romã, que possui alto poder antioxidante, responsável por nutrir a pele e deixá-la com aspecto mais descansado.
O produto ainda contém vitaminas A e E, ácido fólico e polifenóis, que ajudam a combater as rugas e as linhas de expressão, mantém a umidade natural da pele e reduz a perda de água da derme. O produto não é testado em animais.

Já o Magic Cream é um cosmético que apresenta propriedade emoliente, capaz de hidratar, suavizar e tonificar a pele do rosto. Sua formulação é enriquecida com o extrato de Mirtilo combinado com o óleo de rosas, um excelente regenerador natural, que também ajuda na hidratação e suavização da pele. O uso contínuo contribui para atenuar os sinais de envelhecimento, oferecendo firmeza e elasticidade. O produto não é testado em animais.

Para Paulo Egedy, responsável pelo Marketing da Schraiber, a empresa aposta na qualidade para fidelizar clientes. “Acreditamos em um mundo mais simples, com mais qualidade de vida e saúde. Nossa produção é acompanhada por uma equipe especializada e profissional. Colocamos muito amor e dedicação, para elaborar produtos naturais e saudáveis e ajudar nossos clientes a escolher uma vida mais prática e saudável”, finaliza.

Sobre a Schraiber

A Schraiber, empresa que produz suplementos alimentares, probióticos, phytocosméticos e insumos homeopáticos vem há 30 anos ampliando sua participação no mercado brasileiro de produtos naturais. Desde sua fundação, a Schraiber tem como objetivos suprir as necessidades dos clientes, oferecendo produtos com qualidade por meio do desenvolvimento de pesquisas técnicas para introdução de novos itens no mercado e investindo em equipamentos e instalações adequadas ao processo de fabricação.

A empresa também se destaca no mercado por oferecer produtos com diferenciais, possuem a certificação PETA (People for the Ethical Treatment of Animals), com selos Cruelty Free and Vegan e também certificação Kosher BKA. Utiliza somente embalagens 100% recicláveis.

Postado em 17 de Abril, às 22:33 por Adileuza Barreto 0 comentários

Especialistas afirmam que dietas restritivas podem levar a queda capilar

Em média, o ser humano perde 100 fios de cabelo por dia. É possível notar essa queda na hora do banho, ao penteá-lo, ao amarra-lo ou até mesmo no momento em que acorda e se depara com alguns fios no travesseiro. Isso acontece, porque, segundo especialistas, o cabelo também tem um ciclo de vida, eles nascem, crescem e morrem, e ao atingirem essa última fase, eles caem para dar espaço aos novos fios e continuar esse processo. Porém, como saber se estão realmente saudáveis, já que é praticamente impossível contabilizar quantos fios caem diariamente?

Não existe uma reposta exata para essa pergunta, mas o fato é que vários fatores influenciam na saúde capilar, e nem sempre uma calvície é o motivo pela perda dos fios. Algumas dietas que são super restritivas, podem também causar um déficit de minerais no corpo, acarretando uma série de problemas, inclusive, a queda de cabelo. No entanto, apenas um especialista é quem poderá dizer o que causa a queda capilar e como melhorar esse quadro.

Carência de nutrientes
Já está mais que comprovado por vários estudiosos que a alimentação interfere diretamente na saúde capilar. Quem faz uma dieta com restrição na ingestão de proteínas e calorias, sofre com o impacto negativo nos fios. A falta de brilho, maciez e queda em grandes quantidades são apenas algumas das consequências da carência nutritiva no corpo.

De acordo com o cirurgião plástico especialista em transplante capilar, Dr. Alan Wells, ao restringir a alimentação, o corpo entende que a quantidade de proteína que recebe é pouca, então, ele foca em distribuir os nutrientes nas funções essenciais para o funcionamento do mesmo, sendo assim, outros sistemas que são considerados secundários, acabam ficando sem a manutenção de proteínas e nutrientes. “Os cabelos acabam ficando em segundo plano, quando o corpo precisa ‘escolher’ em que focar. Por exemplo, alguns nutrientes ajudam o corpo a produzir queratina, que é uma proteína extremamente importante para o crescimento do cabelo e representa 90% da constituição dos fios. Então, em dietas restritivas a vitalidades dos fios são prejudicadas”, explica.

Excessos também fazem mal...
Se uma alimentação restrita pode fazer com que os cabelos caiam, por outro lado, o excesso também pode prejudicar. Conforme explica o especialista, o ideal é sempre encontrar um equilíbrio. “De todo modo, a alimentação precisa ser equilibrada para o corpo se manter saudável. O organismo precisa de quantidade suficientes de nutrientes para manter um bom funcionamento, então, da mesma forma que a falta de proteínas afeta a nossa saúde, o excesso também faz mal. Dietas restritas são necessárias em casos de doenças e devem ser acompanhadas por especialistas, porque o médico pode dizer quais alimentos podem substituir outros. No caso de cortar os excessos, os nutricionistas podem também, por exemplo, passar uma reeducação alimentar, isso depende de cada histórico, mas o segredo sempre está no equilíbrio alimentar”, detalha Wells.

Alguns nutrientes que contribuem com a saúde capilar
Ferro
Um dos principais motivos pela queda de cabelo por causa da alimentação é a falta de ferro no organismo, isso acontece porque a carência desse nutriente não produz hemoglobina suficiente no sangue, e a hemoglobina é quem transporta oxigênio para o crescimento e reparação das células no organismo, e isso inclui as células que impulsionam o crescimento do cabelo. Para saber o nível de ferro no corpo, é necessário fazer um exame de sangue e contar com o acompanhamento médico.

Alimentos ricos em ferro:

Carne vermelha;
Leguminosas (feijão, grão-de-bico, ervilha, etc.);
Açúcar mascavo
Coentro;
Aveia;
Quinoa;
Brócolis;
Espinafre.
Omega 3
Muito conhecido por ser bom para a memória, o Omega 3 também contribui para o fortalecimento dos folículos, reduzindo, consequentemente, a queda de cabelo e descoloração. Por não ser um nutriente muito presente na alimentação, é comum fazer o consumo por meio de suplementação.

Alimentos ricos em Omega 3:

Peixe;
Camarão;
Oleaginosas;
Couve;
Óleo de canola;
Arroz selvagem.
Biotina
A biotina estimula a produção de queratina que é extremamente importante para os fios.

Alimentos ricos em biotina:

Grãos integrais;
Ovos;
Amendoins
Amêndoas;
Morango;
Tomate;
Cebola;
Cenoura;
Batata.
Aminoácidos
As proteínas são feitas com uma combinação de aminoácidos, no caso dos fios, a cisteína e metionina são aminoácidos que ajudam no metabolismo do ferro que contribui com a produção e manutenção de queratina no corpo.

Alguns alimentos ricos em cisteína:

Cebola roxa;
Couve;
Cereais integrais;
Leites e derivados;
Alho;
Castanha- do- Pará
Castanha de caju.
Alguns alimentos ricos em metionina:

Ovo;
Peixe
Lombo de porco;
Feijão;
Queijo parmesão
Soja torrada.
Qual a melhor dieta para a saúde dos cabelos? 
Mesmo que vários alimentos sejam fontes de nutrientes que ajudam na saúde capilar, é importante procurar um especialista para que entenda os reais motivos da perda de cabelo e seguir com os tratamentos adequados. “São muitos fatores que podem influenciar, pode ser a genética, problemas emocionais, alimentação, depende muito de cada paciente, então, vale uma análise de histórico. No entanto, quando é por falta de nutriente, é necessário que o médico indique ao paciente refeições que vão ajudar a repor os nutrientes perdidos”, finaliza o especialista.

Postado em 17 de Abril, às 22:23 por Adileuza Barreto 0 comentários

Consumo de chocolate faz bem para pele

com a páscoa se aproximando, surgem diversas opções de chocolates para comemorar a data. Além de promover a sensação de bem-estar, o cacau é considerado funcional devido aos benefícios que traz para a saúde.

De acordo com Thaís Carvalho, fisioterapeuta dermato-funcional da ONODERA Estética, por conter propriedades antioxidantes, a iguaria protege a pele da ação danosa dos radicais livres, estimulando a renovação celular. “O cacau retarda o envelhecimento precoce e estimula os processos de rejuvenescimento. Outros elementos presentes no alimento, como vitaminas, minerais e ácidos graxos, também são importantes para manter a derme saudável”.   

A especialista ainda explica que o chocolate possui um ótimo teor de gordura boa, que tem alto potencial hidratante e calmante. “A massa gordurosa presente no cacau forma uma camada protetora, impedindo a perda da umidade natural da epiderme, proporcionando viço, maciez e luminosidade para a cútis. Além disso, também desempenha ação vasodilatadora na microcirculação sanguínea, aumentando o grau de nutrição das células”.  

 CHOCOLATE - Há quem acredite que o consumo de chocolate causa espinha, mas segundo Thaís, não há nenhum estudo que comprove a relação do alimento com o surgimento de acne. “Vale lembrar que chocolates brancos e ao leite são ricos em gordura e açúcar e apresentam alto índice glicêmico, podendo agravar os quadros de acne. O indicado é o consumo de versões com maior teor de cacau, especialmente acima de 60%, como o amargo e o meio amargo”, finaliza a profissional.

Sobre a ONODERA Estética

Com 38 anos de tradição em sua área de atuação e uma completa equipe multidisciplinar, a ONODERA Estética oferece serviços e tratamentos estéticos exclusivos voltados para a beleza, entre eles, serviços de tratamento corporal, facial e medicina estética. Atualmente, são mais de 1200 colaboradores dedicados ao bom atendimento de seus clientes, além das cerca de 50 unidades localizadas em todas as regiões do país.

Postado em 17 de Abril, às 22:09 por Adileuza Barreto 0 comentários

A nova economia e as relações de consumo na era da inovação

O termo “nova economia” foi utilizado pela primeira vez em 1996, pela revista norte-americana BusinessWeek e fala da transição de uma economia baseada na indústria para uma economia baseada nos serviços. Apesar de já se terem transcorrido 23 anos, a expressão se mantém atual, pois o cenário econômico mundial tem se renovado, e cada vez mais rapidamente. Com o desenvolvimento das novas tecnologias, a economia de serviços ganha força e impulsiona o crescimento das startups.

Nesse cenário, a inovação e a disrupção são as palavras de ordem. O foco deixa de ser o ambiente físico para ser o virtual. E é assim que surgem as grandes empresas nascidas em garagens, as startups que explodem criando soluções que mudam paradigmas e facilitam a vida das pessoas. Essa nova economia é composta por quatro tipos de negócios: os criativos, os sociais ou de impacto, os inovadores e os escaláveis.

A disrupção é sempre presente na realidade da nova economia. Se, antes, uma empresa dependia das demandas do mercado, hoje ela própria cria uma necessidade. Imagine que, 15 anos atrás, os smartphones nem existiam e todo mundo vivia muito bem sem eles. Hoje, é quase impensável para muitas pessoas sair de casa sem seu aparelho. Acontece que rompeu-se um paradigma de mercado com o surgimento de um novo nicho, mais moderno e tecnológico. Isso é disrupção.

Na era da nova economia, empresas que não trabalham com disrupção correm grande risco de ficar para trás na competição pela clientela. Afinal, estamos permanentemente conectados e o ambiente digital tornou-se parte do dia a dia. Quem não se utiliza desse meio de infinitas possibilidades acaba se restringindo e não consegue alcançar o público que poderia

Essa característica volátil e mutável do mercado se reflete na forma como as empresas se comportam atualmente. Estima-se que os negócios tenham tempos de vida mais curtos – de três a cinco anos. Se isso significa que estão fadados à morte? De jeito nenhum, caso consigam se reinventar e adaptar às novas realidades que se apresentam a cada momento. É um trabalho árduo e complicado, que requer muita atenção ao mercado e ao público, mas necessário para quem quer sobreviver. Em suma, a nova economia exige muito mais dedicação dos empreendedores e empresários para que suas companhias se mantenham sempre competitivas.

Postado em 12 de Abril, às 21:28 por Adileuza Barreto 0 comentários

Páscoa: Chocolate também é opção para hidratação facial relaxante

Chegou aquela época do ano que nos deliciamos com muito chocolate, a Páscoa. O que muita gente não sabe é que o doce, quando aplicado na pele, pode trazer muitos benéficos. A fisioterapeuta especializada em estética Gabriela Laubé trabalha com produtos especiais que quando aplicados promovem elevação dos níveis de serotonina, responsável pela sensação de prazer. “Além da emoliência, a hidratação proporciona uma melhora perceptível na aparência geral da face, sem contar o aroma gostoso do chocolate que, instantaneamente, é exalado de maneira suave e nada enjoativo, provocando uma experiência neurossensorial”, ressalta a especialista.

Neste tipo de hidratação facial, o chocolate amargo costuma ser o mais usado porque é muito rico em cacau e, consequentemente, em flavonoides. Esses compostos são antioxidantes muito eficientes que atuam diretamente no combate ao envelhecimento da pele, atenuando linhas de expressão e prevenindo rugas mais profundas. O procedimento costuma ser indicado para peles secas e sem vitalidade, já que promove ação profunda com nutrição.

Segundo a especialista, também é importante ressaltar que em peles oleosas e acneicas há maior necessidade de reequilibrar seu estado geral antes de atuar com a substância, para evitar uma piora do quadro. E ainda, em todos os casos o rosto deve ser avaliado e preparado com higienização e tonificação, o que garante melhor a absorção dos ativos. O tempo da aplicação é de 20 a 30 minutos, e também pode ser harmonizado com uma massagem facial antes da remoção, para potencializar seus efeitos terapêuticos e o relaxamento.  

Sobre a profissional:

Formada em fisioterapia pelo Centro Universitário São Camilo com pós-graduação em Acupuntura e Métodos Terapêuticos Chineses para Fisioterapeutas pela Universidade Cidade de São Paulo, Gabriela Laubé tem mais de 8 anos de experiência na área de estética. Em 2016, criou o Espaço Femme Fleur, local dedicado à estética facial e corporal, oferecendo uma nova frente de atenção à saúde e, ao mesmo tempo, proporcionando um momento de relaxamento pessoal. Gabriela Laubé possui uma vasta lista de cursos complementares, sendo eles: Limpeza de Pele 2.0; Pantalaterapia; Consultoria em Estética; Treinamento do Equipamento Dermotonus Esthetic e Slim; Participação e Qualificação Profissional no Workshop do Método Haguihara; Acupuntura na saúde da mulher, Fisioterapia em obstetrícia, Acupuntura estética, Massagem Modeladora com Toalhas Quentes, Quick Massage e Bambuterapia.

Postado em 12 de Abril, às 21:23 por Adileuza Barreto 0 comentários

Café da agricultura familiar baiana ganha força no mundo inteiro

No Dia Internacional do Café, comemorado neste domingo (14), a agricultura familiar,protagonista no desenvolvimento da cafeicultura baiana, comemora as conquistas dos últimos quatro anos. São R$3,2 milhões de investimentos, do Governo do Estado na cadeia produtiva do café, que vem possibilitando agregar valor à produção e alavancar a comercialização do produto. 

As ações são realizadas por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), por meio do projeto Bahia Produtiva, com recursos do Banco Mundial, e visam a qualificação do café, desde o plantio até o acesso ao mercado.

No Território de Identidade da Chapada Diamantina, as cooperativas da agricultura familiar investem na produção de cafés especiais, essencialmente o gourmet, e colecionam premiações nacionais e internacionais.  Exemplo disso é a Cooperativa de Cafés Especiais e Agropecuária de Piatã (Coopiatã), que  se mantém entre os dez melhores cafés escolhidos no Cup of Excellence da BSCA – Brazilian Speciality Coffee Association, principal concurso de qualidade de café no mundo.  

Café orgânico

Na Coopiatã, foram investidos mais de R$1,2 milhão. O presidente da cooperativa, Rodolfo Moreno, destaca que com o recurso foi possível melhorar e aumentar as vendas: “Esse apoio do Governo do Estado trouxe esperança para que os preços e o volume a serem comercializados aumentem, e que consigamos contratos de venda cada vez mais atrativos. Representa a valorização do agricultor e agricultora familiar".

Em Seabra, o café orgânico da Cooperativa de Produtores Orgânicos e Biodinâmicos da Chapada Diamantina (Cooperbio) é outro que se destaca. Produzido por agricultores produtores de café orgânico, dos municípios de Abaíra, Bonito, Ibicoara, Piatã, Rio de Contas e Seabra, o café já é exportado para a Alemanha, Inglaterra e Austrália, e comercializado em cafeterias de Salvador, São Paulo e Brasília.

Na cooperativa, o investimento é feito nas unidades de armazenamento, de classificação de grãos de café, em utensílios para laboratório de provas e caminhão para escoamento da produção. A presidente da Cooperbio, Brígida Salgado, enfatizou que apoio do Governo do Estado fortalece a agricultura familiar de base agroecológica da região: “Os recursos são para expansão da cooperativa e para dar visibilidade aos cafés da agricultura familiar”.
 
Capital do café
Conhecida como “Capital do Café”, Barra do Choça recebeu mais de R$1,5 milhão, aplicado na Cooperativa Mista dos Pequenos Cafeicultores de Barra do Choça (Cooperbac), para a melhoria do cultivo do grão de 155 agricultores familiares, diretamente, e 9.433, indiretamente.

Os investimentos vão dar um salto na qualidade da produção, com a oferta de assistência técnica e extensão rural (Ater), aquisição de equipamentos: cinco despolpadores e 20 estufas instalados nas propriedades dos agricultores, e o que resultará na linha gourmet da Cooperbac. A cooperativa também teve sua estrutura contemplada com máquina pesadora, modeladora e empacotadora a vácuo, ampliando o acesso ao mercado.

Na propriedade do agricultor Sebastião Barbosa, na comunidade Lagoa Verde, já foi instalada uma estufa para secagem do café e dissipador para a despolpagem: “O projeto Bahia Produtiva veio para dar um grande impulso na agricultura familiar, trazendo tecnologia para que a gente possa produzir o café com mais qualidade e agregando também valores à nossa produção, que é toda absorvida pela Cooperbac”.  

A presidente da Cooperbac, Joahra Oliveira, pontua que as ações do governo estadual proporcionou estrutura para  que os cooperados dessem o primeiro passo para a qualidade da produção e estruturação da unidade de beneficiamento: “A previsão é que, nos próximos quatro anos, o faturamento, que gira em torno de R$ 455 mil, com a linha gourmet chegue a mais de R$1,2 milhão”. 

Postado em 12 de Abril, às 21:10 por Adileuza Barreto 0 comentários

Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho

O dia 28 de abril é consagrado como uma data de reflexão sobre a segurança e a saúde dos trabalhadores. Esta data foi escolhida como forma de homenagem a 78 trabalhadores que morreram em um acidente em uma mina no estado da Virgínia, nos EUA, no dia 28 de abril de 1969. Em 2003, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) passou a considerar esta data como o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho. Neste dia são celebrados eventos no mundo todo para a conscientização dos trabalhadores e empregadores quantos aos riscos de acidentes.

 Nesta data, diversos eventos são realizados em todo o País, através de convocação das Centrais Sindicais, Sindicatos, Organizações Sociais como forma de dar visibilidade a uma situação que ainda nos encontramos com números bastante elevados tanto em relação aos acidentes do trabalho, quanto em relação as doenças relacionadas ao trabalho, em que pese, nesta situação a questão da subnotificação e da importância sempre presente de investimentos em prevenção, proteção coletiva e cuidados durante o exercício do trabalho.

Embora tenhamos acesso aos dados estatísticos do número de acidentes de trabalho, tanto dos ocorridos no ambiente ou exercício da função, quanto de trajeto (de casa para o trabalho e do trabalho para casa) e das doenças do trabalho pela DATAPREV, estes dados se limitam aos trabalhadores do mercado formal de trabalho (segurados do INSS). Atualmente, há um grande contingente de trabalhadores no mercado informal (PJ, autônomos e uma grande parcela sem nenhum vínculo empregatício), muitos trabalhando em atividades precarizadas sem serem sindicalizados ou com registro trabalhista, o que além de propiciar o risco de acidentes e adoecimento pelo trabalho, torna-se muito difícil obter os dados de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho destes trabalhadores, o que nos leva a refletir que em não havendo por parte dos órgãos públicos de fiscalização e a sociedade civil uma fiscalização neste tipo de trabalho, que deveremos ter nesta data, ainda por muito tempo, muitos a quem homenagear.

 

Jefferson Benedito Pires de Freitas é Coordenador do Curso de Especialização Medicina do Trabalho da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Postado em 12 de Abril, às 11:23 por Yago Lázaro 0 comentários

Moises Chencinski e Vanessa Abreu lançam 'É Mamífero que Fala, Né?

No último dia 6 de abril, sábado, o pediatra e homeopata Dr. Moises Chencinski e a nutricionista e consultora em aleitamento materno Vanessa Abreu lançaram o livro “É Mamífero que Fala, Né?”. O evento, que aconteceu na Livraria Paulinas em São Paulo, foi aberto ao público e teve a participação, além dos autores, da contadora de histórias Thaís Xavier e uma roda de música com Edi Holanda do projeto Musicriando, fazendo atividades e animando as crianças durante a tarde de autógrafos.

O livro fala da importância do aleitamento materno para o crescimento, desenvolvimento e imunidade das crianças. Em uma linguagem leve e de fácil compreensão, com o intuito de fortalecer o vínculo familiar, uma vez que o livro fala sobre esse assunto diretamente para as crianças.

“Cada pessoa que ler, cada um que contar essa história vai senti-la de uma forma única, especial, compartilhando, além de cultura, informação de verdade. É mais uma ação no sentido de compartilhar conhecimento sobre o aleitamento materno, agora com a base: a infância”, afirma o pediatra Moises Chencinski.

 

Postado em 11 de Abril, às 20:33 por Adileuza Barreto 0 comentários

Confira a coluna, as mulheres no mercado de trabalho

Apesar das mulheres representarem 52% da força de trabalho no mercado brasileiro, apenas 38% dos cargos de chefia são ocupados por elas. Vemos uma diferença grande não só nos cargos de chefia, mas também em relação aos salários. É também do conhecimento de todos que mesmo exercendo a mesma função, elas ganham menos.

Precisamos repensar nossos critérios enquanto sociedade, teoricamente igualitária, mas onde determinadas funções são atribuídas exclusivamente às mulheres e aos homens cabem apenas o papel de ajudar em casa, isso quando o fazem. Afinal, muitas vezes estão exaustos pela árdua rotina de trabalho.

Regras sociais existem desde sempre e sabemos bem que em algum momento da nossa história ficou subentendido que a mulher, por ser quem realiza a gestão da vida dentro de si e tem o “poder” de gerar alimento para seus filhos, deveria ser quem ficaria em casa cuidando dos mesmos. Por muito tempo isso fez sentido, já que realmente precisamos dos primeiros meses pós-parto para nos recuperar, por isso ganhamos o direito vigente em nossa sociedade atual à licença maternidade.

Todavia, deveria gerar estranheza que, salvo o período mencionado, ainda tenhamos desigualdade de cargos e salários, quando na realidade desempenhamos as mesmíssimas funções que qualquer homem, algo que simplesmente não faz sentido. Vejamos aqui uma possível solução para o atual problema, se quem nos dita as regras é a nossa sociedade, não seria mais do que justo que se fizesse um tipo de decreto que nos diga que após o parto o homem deve ter as mesmas responsabilidades que a mulher no que diz respeito aos cuidados e a educação dos filhos?

Seguindo ainda por outra linha raciocínio, não seria de se esperar que, justamente pelo fato de a mulher ser multitarefa (profissional, mãe, esposa, dona de casa entre outros), ela deveria ganhar igual, se não até mais do que os homens? Afinal, se essa mulher está no trabalho e ela for mãe, provavelmente ela está terceirizando os cuidados de seus filhos, o que custa caro. Caso a maternidade não esteja em pauta, ainda assim as atribuições dos cargos são os mesmos para homens e mulheres. Porém, nossa sociedade parece ainda não ter refletido muito sobre o assunto. Assim, cabe a nós o dever de fazê-lo. 

Enquanto isso em 2018, a Islândia virou o primeiro país a tornar a igualdade salarial obrigatória. Lá é proibido que homens ganhem mais do que mulheres em órgãos governamentais e empresas do setor privado com mais de 25 funcionários. Os empregadores que não cumprirem com a lei arcam com multas e nós aqui no Brasil ainda aguardamos o dia em que exista igualdade de oportunidades e de salário. Enquanto esse dia não chega, vamos seguir na luta para sermos ouvidas e, ocasionalmente, atendidas.

* Ellen Moraes Senra

Psicóloga e Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental

CRP 05/42764

Psicóloga atuando na área clínica através da abordagem cognitivo comportamental. Formada pelo Centro Universitário Celso Lisboa. Com curso de formação em Terapia Cognitiva Comportamental (TCC ) no Instituto Brasileiro De Hipnose, Educação e Psicologia (IBH). Atendimento individual a crianças, adolescentes e adultos

Postado em 11 de Abril, às 20:16 por Adileuza Barreto 0 comentários

Consumo de café cresce no país e consumidor passa a valorizar artigos relacionados ao produto

No dia 14 de abril é comemorado o Dia Mundial do Café, a bebida queridinha dos brasileiros. Segundo pesquisa realizada em 2018 pela Associação Brasileira da Indústria do Café (ABIC), a população está tomando mais café, já que os dados apontam crescimento de 1 % no consumo em um ano. Desta forma, o Brasil se mantém como o segundo maior consumidor da bebida no mundo. Esse novo retrato da demanda se explica em função da maior qualidade do café e da produção de grãos diferenciados. Com o atual cenário, os utensílios para apreciar um bom café também estão mudando.

Pensando nisso, a Vemplast - que desde 2009 atua no desenvolvimento de artigos para o segmento de cozinhas industriais e utilidades domésticas - oferece a linha de xícaras de café Elegance.

O produto fabricado em material de alta tecnologia, o policarbonato, garante a constância da temperatura do café sem transmissão de calor, não influencia no sabor e ainda leva beleza e sofisticação à mesa, com designer inovador.

As xícaras são resistentes à máquina de lavar louças, freezer, micro-ondas, forno combinado a vapor até 110◦C e a banho-maria até 120◦C, e podem ser usadas em carrinhos térmicos até 120◦C. O produto está disponível nas cores branca, preta e vermelha.

Parceria

Aproveitando a data, a Vemplast acaba de fechar uma parceria com a Associação BaresSP, entidade responsável por oferecer diversos cursos relacionados à gastronomia, entre eles, o Curso de Barista.

Neste módulo, são passados conhecimentos práticos e teóricos sobre o café e o preparo de cafés especiais. Como 80% das aulas são práticas, a Vemplast estará presente oferecendo diversos utensílios domésticos, como as próprias xícaras Elegance, cremeiras e porta sachês, entre outros.

Empresa completa 10 anos

A Vemplast é Dez! Dez em durabilidade, dez em elegância e dez em praticidade!

São dez anos junto aos seus clientes, garantindo a satisfação e a inovação na Gastronomia.

A Vemplast é uma indústria especializada em utensílios, que vieram para inovar, facilitar e embelezar as cozinhas, baseando-se em uma tecnologia de ponta, demonstra excelência na fabricação de produtos sustentáveis.

É pensando em toda a modernização de seus utensílios, que a Vemplast oferece a solução para equipar sua cozinha com qualidade incomparável. Com a Vemplast, todos ganham um mundo de possibilidades!

Design moderno, praticidade, sofisticação e originalidade. Um imenso prazer na hora de servir.

Postado em 11 de Abril, às 09:10 por Yago Lázaro 0 comentários

Próximo








Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes Mensagens PodCast Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Baixo Sul Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Piemonte do Paraguaçú Recôncavo Baiano Salvador e RMS Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo Vitória da Conquista e Sudoeste
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 25/04/2019 12:00