Notícias

Entidade pede retratação de Anitta após fala da cantora sobre hanseníase

  por Cristóvão Guimarães - 13/04/2018 16:48
Fonte:Foto / Reprodução / Tv Fama

Ajude-nos a contatá-la: Anitta, retrate-se!"

“Eu queria dizer minhas amigas são muito amigas mesmo. Para esse programa, eu só convido gente que eu amo, não convido gente hanseníase”, disparou Anitta ao receber a dupla Maiara e Maraisa em seu programa “Anitta Entrou no Grupo” na segunda-feira (9).

A declaração da cantora pegou mal e gerou reação do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan), que anunciou um abaixo-assinado e pediu a retratação da artista na web.

“O Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan) e as pessoas e entidades abaixo assinadas exigem retratação da cantora Anitta.

Em seu programa no Multishow, Anitta fez uma declaração lamentável, tentando “causar” reafirmando um preconceito infundado contra pessoas atingidas pela doença”, diz nota da entidade.

No comunicado, o Morhan ainda lamenta o fato de “uma mulher de origem periférica reproduza preconceitos, porque o nosso desejo é unir forças contra toda forma de discriminação.

Somente unidos podemos superar o machismo, o racismo, a homofobia e o preconceito contra pessoas atingidas pela hanseníase”.

A hanseníase, conhecida popularmente como lepra, é uma doença infecciosa que lesiona nervos periféricos e diminui a sensibilidade da pele.

A doença tem cura e não é preciso o isolamento do paciente, mas o tratamento é bastante longo para evitar a transmissão para pessoas próximas.

Leia a íntegra da nota:

"O Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas Pela Hanseníase (Morhan) e as pessoas e entidades abaixo assinadas exigem retratação da cantora Anitta.

Em seu programa no Multishow, Anitta fez uma declaração lamentável, tentando “causar” reafirmando um preconceito infundado contra pessoas atingidas pela doença.

Anitta não sabe, porque o desconhecimento de fato é o principal obstáculo à superação da hanseníase no Brasil, mas a cada ano 35 mil novos casos são diagnosticados no país, tornando o Brasil o campeão mundial em novos casos proporcionais da doença.

Essa altíssima incidência em nada é culpa das pessoas atingidas pela hanseníase: é o descaso do poder público, falta de informação e vontade política de resolver a questão e condições de vulnerabilidade social os principais fatores para que ela continue se propagando, mesmo tento cura e tratamento gratuito pelo SUS.

Ao contrário do que a cantora sugere no programa, não há nenhum motivo para se evitar pessoas atingidas pela hanseníase: assim que iniciado o tratamento, a doença deixa de ser transmissível. Sabe o que as pessoas com hanseníase tem de sobra, Anitta?

Muita garra para enfrentar o preconceito e para exigir seus direitos em um país que os nega diariamente. Quem perde ao não querer pessoas com hanseníase em seu programa é você, porque o nosso povo teria muito a ensinar sobre dignidade: protagonizamos a nossa própria luta com muito orgulho.

Nos entristece o fato de que uma mulher de origem periférica reproduza preconceitos, porque o nosso desejo é unir forças contra toda forma de discriminação.

Somente unidos podemos superar o machismo, o racismo, a homofobia e o preconceito contra pessoas atingidas pela hanseníase. Para seguirmos juntos, no entanto, é preciso que Anitta se desculpe e reconsidere a sua posição.

+ Entretenimento

Comentários

Veja Mais


Últimas Notícias









Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Recôncavo Salvador Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 22/04/2018 07:37