Notícias

Bloco de Frevo É Só Querer animou a abertura do terceiro dia do 7º FNEx

O Bloco de Frevo É Só Querer de Olinda, animou os participantes na abertura das atividades do terceiro dia do Fórum Nacional Extraordinário da Undime que segue até esta sexta-feira (17) em Recife, Pernambuco.

Muito executado durante o carnaval, eram comuns conflitos entre blocos de frevo, em que capoeiristas saíam à frente dos seus blocos para intimidar blocos rivais e proteger seu estandarte.

O frevo é uma criação de compositores de música ligeira, feita para o carnaval para proporcionar mais animação nos folguedos. Com o decorrer do tempo, o frevo ganhou características próprias.

Postado em 16 de Agosto, às 15:42 por Magno Bastos 0 comentários

Presidente da Undime Bahia media oficina sobre administração e gestão financeira

Nesta quinta-feira (16) acontecem as Oficinas Temáticas durante o 7º FNEx.

Sala 1: Auditório
Sala 2: Sala Tabocas - Mezzanino
Sala 3: Sala Beberibe – subsolo (acesso às escadas pelo Mezzanino)
Sala 4: Sala Brum - subsolo (acesso às escadas pelo Mezzanino)

A temática, liderança e a gestão de recursos humanos, será a mesa Coordenada por Valkiria Trindade de Almeida Santos, Suplente da Presidência da Região Sul da Undime e o Palestrante e Renato Casagrande.

A Introdução ao sistema municipal de ensino e principais marcos legais, tem a Coordenação de Bartolomeu Moura Junior, presidente da Região Norte e da Undime Tocantis e a Palestra é proferida por Sílvio Graboski.

Estrutura da secretaria e práticas pedagógicas, tem como 
Coordenadora, Marli Regina Fernandes da Silva, presidenta da Região Sul e da Undime/ Paraná e a Palestrante é Regina Shudo.

Administração e gestão dos recursos financeiros, é a oficina com a Coordenação do Professoor Williams Panfile Santos Brandão, presidente da Undime e da Secretaria de Comunicação da Undime Nacional, que conta como Palestrante José Arnaud.

Postado em 16 de Agosto, às 15:11 por Magno Bastos 0 comentários

Mesas temáticas e visita aos stands marcam o segundo dia do 7º FNEx em Recife

A abertura do segundo dia do Fórum Nacional Extraordinário da Undime, nesta quarta-feira (15), contou com a apresentação do coral masculino Blue Jeans, formado por alunos do Conservatório Pernambucano de Música.

O dia foi marcado por atividades no auditório principal com mesas temáticas, debates nas salas e visita aos stands.

A primeira palestra teve como tema: "A Formação do Professor e o seu papel no processo de ensino e aprendizagem", com Pia Wong, Professora da Universidade de Sacramento na Califórnia, Katia Smole, Secretária de Educação Básica do MEC, e Marcelo Costa, Presidente da Undime de Goiás e DME de Goiânia.

Logo após o almoço, aconteceram as visitas aos estandes de parceiros e de atendimento governamental, com destaque para o stand do FNDE e do Conviva.

Na 2ª mesa de debate, no auditório principal, dirigentes do FNDE, INEP, SEB, SASE e SECADI discorreram sobre o tema: Políticas e programas para garantir o direito à educação, ao acesso, à permanência e à aprendizagem. A mesa contou com as participações do Presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, do Diretor de Estatísticas Educacionais do Inep, Carlos Eduardo Moreno e da Diretora de Apoio às Redes de Educação Básica do MEC, Renilda Lima. Mesa foi conduzida pelo Dirigente Municipal de Educação de Alto Santo/CE e Presidente da Undime, Alessio Costa Lima.

Finalizando o dia, uma mesa-redonda, debateu as ações intersetoriais na promoção do direito de aprender, com a participação da Ação Educativa, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Fundação Itaú Social, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Fundação Lemann, Fundação SM, Fundação Telefônica-Vivo, Instituto Alana, Instituto Natura, Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco no Brasil e União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação – Uncme.

>>>>> Confira a Programação

Postado em 15 de Agosto, às 21:26 por Magno Bastos 0 comentários

FNDE formaliza em Recife pleito da Undime sobre PNAE

No primeiro dia do Fórum Extraordinário da Undime que acontece em Recife, o Ministro da Educação, Rossiele e o presidente do FNDE, Sílvio Pinheiro, ratificaram e formalizaram a assinatura do termo de liberação de 320 milhões de reais para o Programa Nacional de Alimentação Escolar em todo país, corrigindo equívocos cometidos pelo governo federal, pleito primeiro da Undime Ceará e que também foi defendida pela Undime Bahia, dentre outras Seccionais.

De acordo com o Professor Williams Panfile Brandão, Dirigente Municipal de Educação de Elísio Medrado e Presidente da Undime Bahia, a Bahia estava sem receber quase 40 milhões de reais.

“Quando tomamos posse da informação, contratamos uma empresa para a realização dos estudos e identificamos que varios municípios que ofereciam a educação integral estavam perdendo recursos e de imediato, mantivemos contato com o secretário de estado e a UPB para apresentar os números”, destaca Williams.

“O reconhecimento do FNDE e o deferimento do nosso pleito ratifica o nosso propósito que é o de está a serviço da educação pública de qualidade e atento a tudo aquilo que é direito dos dirigentes municipais de educação” acrescenta.

Postado em 15 de Agosto, às 17:22 por Magno Bastos 0 comentários

UNCME reúne Presidentes das Seccionais da Undime em Recife

A abertura das atividades do segundo dia do Fórum Extraordinário Nacional da Undime que acontece em Recife Pernambuco, a UNCME realiza uma reunião com os representantes das Seccionais da União dos Dirigentes Municipais de Educação para alinhar as ações estruturantes e de direitos subjetivos.

Liderada pelo Professor Manoel Humberto Gonzaga Lima, que foi Coordenador Estadual da UNCME Sergipe e Vice-Presidente Nacional da UNCME, atualmente Coordenador Nacional, durante a reunião, os presentes puderam falar sobre os pleitos da UNCME, sendo prioritário a necessida de espaços próprios para as atividades dos Conselhos Municipais de Educação.

Para o professora Manoel Humberto, “o diálogo com a Undime é necessário e por isso está reunião vislumbra acima de tudo, o desejo de melhoras na educação pública de qualidade e por isso a importância de atentar para um órgão colegiado que essencialmente é normatizador”.

O Dirigente Municipal de Educação de Elísio Medrado e Presidente da Undime Seccional Bahia, Williams Panfile Brandão, ressaltou o alinhamento com a UNCME no estado. “A Professora Gilvania (Coordenadora da UNCME no Estado) está aqui ao nosso lado e pode falar com propriedade sobre essa parceria entre a Undime e a UNCME e que tem proporcionado bons resultados”.

Postado em 15 de Agosto, às 13:07 por Magno Bastos 0 comentários

Assista como foi o segundo dia do Fórum Nacional Extraordinário da Undime em Recife

Organizada em conferências, mesas-redondas, oficinas temáticas, a sétima edição do Fórum também proporcionará visitas dos participantes a salas de atendimento governamental (FNDE, Inep, Sase, SEB, Secadi, Capes, Ministério da Saúde - MS), a estandes do Conviva Educação e de parceiros institucionais da Undime (Ação Educativa, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Fundação Itaú Social, Fundação Lemann, Fundação SM, Fundação Telefônica-Vivo, Instituto Natura, UNICEF e Uncme) e a estandes de empresas expositoras.

Postado em 15 de Agosto, às 10:15 por Magno Bastos 0 comentários

Começou o 7° FNEx em Recife Pernambuco e debate conjuntura educacional

A abertura oficial do 7º Fórum Nacional Extraordinário da Undime Nacional, aconteceu nesta terça-feira (15) e segue até sexta-feira (17) com o objetivo de fomentar as discussões sobre a educação pública nos municípios.

A Orquestra Criança Cidadã, projeto social que há 4 anos muda a realidade de crianças e adolescentes de Ipojuca em Pernambuco, deu as boas-vindas aos presentes e abriu a primeira noite do 7° FNEx com um show de apresentação, arrancando aplausos da plateia.

Logo após ter sido formada a mesa de abertura, que contou com a presença dente outras autoridades, do Dirigente Municipal de Educação de Elísio Medrado e Presidente da Undime Bahia, Williams Panfile Brandão.

Após as faltas iniciais, houve o lançamento da sexta edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro, onde o Ministro da Educação, Rossieli Soares e Dianne Melo, especialista em formação da Fundação Itaú Social, idealizadora do projeto falaram sobre a ação educativa e formalizaram mais uma edição da Olimpíada e do GEM - Gestão da Educação Municipal que na Bahia teve cem por cento de adesão em decorrência da mobilização da Undime.

O Ministro da Educação e o presidente do FNDE, Sílvio Pinheiro, também ratificaram e formalizaram a assinatura do termo de liberação de 320 milhões de reais para o Programa Nacional de Alimentação Escolar, pleito primeiro da Undime Ceará e que também foi defendida pela Undime Bahia, dentre outras Seccionais..

Alguns dados do CAED – Centro de Apoio a Educação à Distância, foram apresentados, com o objetivo de refletir sobre a educação pública nas redes municipais, fechando a noite com o professor da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, André Lázaro, com a conferência "O Direito à Educação e a garantia ao acesso, à permanência e à aprendizagem".

O cantor pernambucano Nando Cordel encerrou a primeira noite do 7°FNEx.

Postado em 15 de Agosto, às 09:02 por Magno Bastos 0 comentários

Transmissão ao vivo de Undime Nacional que acontece em Recife

É para debater este e outros temas ligados à oferta do ensino e à implementação de políticas educacionais do país que a Undime reúne, entre os dias 14 e 17 de agosto, em Recife (PE), dirigentes municipais de educação de todo o país durante o 7º Fórum Nacional Extraordinário dos Dirigentes Municipais de Educação (7º FNEx).

Ao longo dos quatro dias de programação, o evento pretende mobilizar cerca de 1.500 dirigentes, técnicos de secretarias e educadores para discutir assuntos como financiamento da educação, implementação da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), formação do professor e seu papel no processo de ensino e aprendizagem, além de políticas e programas para garantir o direito à educação.

Realizado em um ano de intensos debates e de desafios para a elaboração dos currículos, que trarão impactos diretos ao processo pedagógico, o encontro será um marco, ainda, para debater as mudanças que deverão ocorrer na política de formação de professores.

Organizada em conferências, mesas-redondas, oficinas temáticas, a sétima edição do Fórum também proporcionará visitas dos participantes a salas de atendimento governamental (FNDE, Inep, Sase, SEB, Secadi, Capes, Ministério da Saúde - MS), a estandes do Conviva Educação e de parceiros institucionais da Undime (Ação Educativa, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Fundação Itaú Social, Fundação Lemann, Fundação SM, Fundação Telefônica-Vivo, Instituto Natura, UNICEF e Uncme) e a estandes de empresas expositoras.

Postado em 14 de Agosto, às 20:33 por Magno Bastos 0 comentários

Delegação da Bahia é destaque no Fórum da Undime em Recife

Começa nesta terça-feira (14) e segue até sexta-feira (17) o Fórum Extraordinário da Undime em Recife e mais uma vez a delegação da Bahia é destaque no evento que visa reunir 1300 pessoas.

Participam do evento, dirigentes municipais de educação e técnicos das secretarias municipais de topo país e a delegação da Bahia está com 95 integrantes.

De acordo com o Dirigente Municipal de Educação de Elísio Medrado e Presidente da Undime Bahia, Williams Panfile Brandão, a Bahia sempre contou com um grande número de participantes e desta vez não foi diferente.

“Somos a segunda maior delegação neste evento e até a última parcial, estávamos atrás apenas da Paraíba que já tinha chegado aos 120 inscritos”, salienta.

Postado em 14 de Agosto, às 17:08 por Magno Bastos 0 comentários

Aulões preparatórios para o ENEM serão transmitidos pelo Portal da Educação

Os estudantes que estão na reta final de preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) poderão acompanhar, ao vivo, pelo Portal da Educação (www.educação.ba.gov.br) os “Aulões ENEM 100%”.

A atividade integra a ação “A Secretaria da Educação vira Escola”, que está acontecendo no auditório da Secretaria da Educação do Estado, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), com professores de várias áreas do conhecimento.

Presencialmente, por dia, estarão envolvidos 320 estudantes (160 por turno – matutino e vespertino), totalizando 1.600 alunos durante toda esta semana.

Pelo Portal da Educação, as transmissões acontecerão de quarta a sexta-feira, sempre das 8h30 às 11h30 e das 14h30 às 17h30.
 
O objetivo da atividade é contribuir na preparação dos estudantes para as provas do ENEM, que serão realizadas nos dias 4 e 11 de novembro.

Durante os aulões, os professores envolvidos trabalham com apostilas que abordam questões de edições passadas do ENEM.

Além disso, são revisados conteúdos das disciplinas Língua Portuguesa, com as professoras Myrian Sales, Janeide Santos e Bárbara Hust; Redação, com Renato Dórea; Matemática, com os professores Lucas Ribeiro e Fernandes Machado; Física, com Marival Chaves, Luiz Odizo e Zé Roberto; Geografia, com Medson Santos; Filosofia, com Antônio César; Matemática, com Lucas Ribeiro e Fernandes Machado; Química, com Sandre Pereira; Inglês, com Uenderson Jesus; História, com Paulo Serrão; Biologia, com Uelen Moraes; e Educação Física, com Mariolinda Servilho.

Postado em 14 de Agosto, às 16:09 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

UNINASSAU completa 15 anos de história

A UNINASSAU completa 15 anos de fundação com representação em mais de 50 cidades, nas formas de ensino presencial e EAD.

Com trajetória marcada por conquistas, premiações e trabalho em prol das comunidades, a Instituição firmou-se como uma das principais marcas em ensino superior das regiões Norte e Nordeste do Brasil.

Inicialmente pensada para ser uma faculdade de Direito, a Faculdade Maurício de Nassau foi fundada em 2003, no Recife, com 500 alunos e ofertando seis cursos – Administração, Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Gestão de Sistemas de Informação, Turismo e Direito – e com a missão de “ser uma instituição educacional formadora de cidadãos competentes, qualificados e preparados para o mercado de trabalho, imbuídos de responsabilidade social e compromissados com a preservação da cultura nacional e com o desenvolvimento sociocultural do Brasil”.

O slogan da primeira campanha, que faz parte da própria marca, é mantido até hoje. “Fazendo parte da sua história” não foi apenas uma frase de impacto, mas é a proposta da Faculdade Maurício de Nassau para cada um de seus alunos. “A UNINASSAU é fruto de um sonho e o resultado de muito trabalho e dedicação. Ela foi pensada em cada detalhe e o apoio de cada profissional que nos ajudou a construir essa Instituição foi fundamental para chegarmos até aqui”, revela Janguiê Diniz, fundador do Centro Universitário e do grupo Ser Educacional.

Em 2006, já consolidada no mercado de educação pernambucano, a UNINASSAU expandiu as fronteiras e abriu sua primeira unidade em terras paraibanas, a Faculdade Maurício de Nassau em Campina Grande. Nos anos seguintes, vieram as cidades de João Pessoa, Natal, Fortaleza, São Luís, Maceió, Aracaju, Belém, Manaus, Salvador, Lauro de Freitas, Vitória da Conquista, Caruaru, Petrolina, Garanhuns, entre outras.

Ainda em 2010, a Faculdade Maurício de Nassau se consolidou como uma potência esportiva ao vencer os Jogos Universitários Brasileiros (JUB´s). “Esse é um dos nossos investimentos adicionais. Oferecemos inúmeras bolsas de estudo para atletas e acreditamos que o esporte, aliado à educação, é uma forma de incentivar os jovens a se desenvolver e a adquirir cidadania”, explica o diretor-presidente do grupo Ser Educacional, mantenedor da UNINASSAU, Jânyo Diniz. A vitória no JUB’s também rendeu a instituição o Troféu Eficiência concedido pela Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU).

As conquistas da UNINASSAU não se encerram por aí. Em 2012, a Instituição recifense recebeu do Ministério da Educação o credenciamento como centro universitário tornando UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau.

A decisão ressaltou o que o mercado já sabia: a Instituição tornou-se pluricurricular, com cursos nas áreas de saúde, exatas e humanas, tanto na graduação como nos cursos tecnológicos e pós-graduação. No mesmo ano, o Centro Universitário teve o curso de Medicina autorizado para funcionamento.

Mais recentemente, o campus obteve nota global 5 no recredenciamento do MEC, tornando-se um dos 11 centros universitários do País a atingir esse nível de excelência. 

Infraestrutura e modelos de aulas dinâmicas, com suporte da tecnologia fazem da Instituição uma referência. “Todos os dias buscamos melhorar em prol de nossos estudantes.

Queremos que cada um deles saia da sala de aula preparado para o mercado de trabalho ou para empreender.

Cada um dos profissionais que atua na UNINASSAU tem orgulho de trabalhar aqui”, comenta o Reitor da Instituição, Antônio Neto.

Há mais de 10 anos líder em prêmios recall de marcas, a UNINASSAU já formou milhares de profissionais para o mercado de trabalho e investe, fortemente, em ações sociais através do Instituto Ser Educacional.

Em 2017, a Instituição passou a ser a única no Brasil a ter cadeira cativa na ONU – Organização das Nações Unidas, graças aos projetos como Praia Sem Barreiras, Mães produtivas, Faculdade na Comunidade, Trote Legal, entre outros.

“Não queremos apenas formar profissionais para o mercado, nos preocupamos em tornar nossos estudantes agentes multiplicadores do bem. Estamos sempre trabalhando para amanhã sermos melhores que hoje”, enfatiza Jânyo.  

“Chegamos onde estamos graças à conjunção de esforços, graças aos profissionais que integram nosso time: pessoas que se preocupam em construir o futuro de nossos jovens estudantes e de nosso país.

Pessoas que, por méritos próprios, por sua elevada formação ética, profissional e moral tornaram-se os nossos referenciais, os símbolos que orientam as nossas ações”, finalizou Janguiê.

Postado em 14 de Agosto, às 09:23 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Violência contra professores não pode ser vista como algo normal

A violência contra professores no Brasil é chocante. Recentemente a mídia noticiou que só no estado de São Paulo os casos de agressão a docentes aumentaram 189%.

Dados mais recentes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) mostram que o Brasil tem o pior índice no mundo quando o assunto é violência contra professores.

Se fizermos uma pesquisa boca a boca nas escolas, constataremos que a grande maioria dos docentes já sofreu algum tipo de agressão, seja ela verbal ou física.

Tal fato já é tratado como algo tão banal que a grande maioria dos profissionais agredidos não presta queixa, preferindo relevar o desrespeito.

E, para piorar a situação, a direção pedagógica de muitas escolas também não toma as providências cabíveis. Assombroso, não é mesmo? Em razão desta e de outras questões, não é de se espantar que mais de 49% dos professores entrevistados em pesquisa recente não recomendam sua própria profissão.

Parece óbvio dizer que é responsabilidade da família transmitir valores éticos e morais a uma criança.

Mas, atualmente, esse dever está sendo um tanto descuidado.

Muitos pais não apenas se eximem de dar limites aos seus filhos como também consideram inadmissível que um educador repreenda um aluno por algum comportamento condenável.

Esses pais também não admitem que seus filhos sejam mal avaliados quando o desempenho deles deixa a desejar.

Essa condescendência dos pais com a indisciplina dos filhos é um dos fatores que contribuem para o aumento da falta de respeito para com o professor em sala de aula, o que muitas vezes redunda em agressões.

Essa violência contra os professores não pode ser vista como algo normal.

Um professor levar uma cadeirada na cabeça porque chamou a atenção de um aluno por ele ter chegado atrasado; uma professora ser ‘pega na saída’ por dois alunos que foram repreendidos por estarem brincando no celular em sala de aula; um professor ser chamado à direção para mudar a nota de um aluno desinteressado porque o pai dele reclamou da nota baixa.

Esses episódios não podem ser considerados normais. O educador merece ser respeitado.

E porque essas atitudes acontecem com tanta frequência? Faltam limites às nossas crianças, jovens e mesmo adultos.

Faltam noções de respeito e hierarquia. Falta desenvolvimento emocional e social.

Focar nas causas da violência e a perspectiva na qual a mesma deve ser enquadrada são a chave para alcançarmos uma solução.

Prevenir, e não apenas remediar, passa pela capacidade dos professores de provocar em seus alunos as tais habilidades socioemocionais.

A família tem um papel primordial na construção dessas habilidades, mas a escola também se vê diante da necessidade de reforçar as atitudes de respeito, gentileza e sociabilidade – atitudes indispensáveis para o pleno desenvolvimento do ser humano.

Porém, falta metodologia para transformar as intenções em ações práticas.

Sem isso, pouco se pode esperar em termos de transformação da realidade.

É preciso que haja métodos eficazes, que garantam uma adoção suave dos processos, a fim de assegurar a práxis educativa de bons resultados.

Um processo adequado, aliado a conteúdos de qualidade, facilita a preparação dos professores para enfrentar os desafios que hoje se impõem no ambiente escolar.

Objeto de estudo e desenvolvimento de metodologias para enfrentar tais questões, os centros internacionais de excelência em Formação de Professores têm disseminado técnicas para o desenvolvimento das habilidades socioemocionais entre os docentes.

Postado em 14 de Agosto, às 09:04 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Na engenharia, ele descobriu que seria pesquisador em matemática

Quando ingressou na Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, Guilherme Mazanti não imaginava que ali se abria uma oportunidade para se tornar pesquisador na área de matemática.

No ensino médio, o interesse dele pelas ciências exatas aumentou depois de conquistar duas medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Física, uma em 2003 e outra em 2004.

Mas foi quando começou a graduação na USP, em 2016, que descobriu a paixão pela matemática.

“Quando eu estava no colegial, tinha uma visão bem restrita da matemática, pensava que era algo pronto, acabado e não havia nada de muito interessante a se fazer nessa área.

Quando entrei na faculdade de Engenharia Elétrica na USP, em São Carlos, comecei a ter aulas de cálculo e geometria analítica, e vi que tinha muita coisa a ser feita”, lembra Mazanti.

No segundo semestre da graduação, quando cursou a disciplina de Álgebra Linear, ele percebeu que realmente gostava de matemática e pensou em participar de alguma iniciativa para aprender mais.

Conversando com vários professores, ficou sabendo que Hildebrando Munhoz Rodrigues, professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, oferecia um programa especial de iniciação científica.

O programa era uma referência para os engenheiros que queriam estudar mais matemática. Guilherme se encontrou com Rodrigues no início de 2007 e passou a participar do programa em fevereiro.

 Leia mais: Uma história de dedicação e excelência: professor Hildebrando completa 70 anos

“O programa do Hildebrando é muito bom, não se limita aos cursos de cálculo, estudamos a parte de análise, que vai se concentrar mais nas demonstrações e na lógica, algo que um estudante de engenharia da USP normalmente não vê.

O Hildebrando organiza muito bem o programa com seminários em inglês.

Como já tinha interesse em ir à França, sabia que a prova seria em inglês e foi ótimo para ir treinando.

Depois de dois anos de iniciação científica, fui para a França, tendo em mente que queria fazer matemática”, conta Mazanti.

Antes de concluir a graduação em São Carlos, ele foi aprovado em uma prova da École Polytechnique, na França, e conquistou uma bolsa de estudos para estudar lá.

“Foi o programa de iniciação científica com o Hildebrando que me preparou para essa prova. Passei dois anos e meio na França fazendo um programa de duplo diploma.

Voltei para São Carlos, terminei o curso na USP, retornei à França para o mestrado e doutorado e, agora, estou fazendo o pós-doutorado.”

Manzati veio ao Brasil para participar do Encontro Mundial de Matemáticos, evento que ocorre até dia 9 de agosto, no Rio de Janeiro, e apresentar o trabalho que está fazendo no pós-doutorado.

“A conferência internacional dos matemáticos dá essa possibilidade de você mandar um resumo do seu projeto e, se for aceito, você apresenta em 15, 20 minutos, o conteúdo do seu trabalho.”

Atualmente, o engenheiro é pós-doutorando na Université Paris-Sud, no Laboratório de Matemática de Orsay. O trabalho que apresentou aborda um campo de pesquisa bastante novo na matemática: os jogos a campo médio.

Ele é um dos inúmeros estudantes que já participaram do programa de iniciação científica do professor Hildebrando.

A iniciativa é realizada até hoje no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação da USP, em São Carlos, onde, aos sábados de manhã, você pode assistir aos seminários ministrados em inglês pelos estudantes.

Postado em 09 de Agosto, às 15:18 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Roda de conversa com Makota Valdina e oficinas gratuitas encerram intercâmbio Brasil Angola

Os artistas baianos Annie Ganzala, Ananda Santana e Eder Muniz, que estiveram em Luanda no início deste mês para participar de um intercâmbio com grafiteiros angolanos, realizam uma oficina gratuita de grafite para estudantes de escolas públicas de Salvador.

O workshop com técnicas utilizadas na arte de rua acontece nesta sexta-feira, 10, e no sábado, 11, e faz parte do projeto “África e Diáspora, Novas Conexões”.
 
Durante dois dias, os participantes da oficina terão a oportunidade de aprender com artistas atuantes na cena do grafite no país.

Na sexta-feira, o encontro será realizado na Casa de Angola na Bahia, centro da cidade, e o segundo dia de atividade envolve a pintura de um muro em local a ser definido no primeiro encontro.

O projeto de mobilidade artística, que permitiu o intercâmbio de artistas brasileiros com grafiteiros de Angola, ainda prevê a realização de uma oficina de vídeo documentário com celular.

Os encontros irão acontecer simultaneamente à oficina de grafite, facilitados pelas diretoras Jamile Coelho, Cíntia Maria, Renata Semayangue e pelo diretor Juca Badaró.

Os quatro realizadores também estiveram em Angola e registraram as atividades do intercâmbio. São ofertadas 15 vagas, por ordem de inscrição, as atividades acontecem de 14h a 17h30.
 
A experiência de viajar para Angola e vivenciar a troca cultural entre os artistas também contou com a presença da educadora e líder religiosa Makota Valdina Pinto, reconhecida como porta-voz e grande defensora das religiões de matriz africana na Bahia.

Makota Valdina é a convidada especial de uma roda de conversa sobre ancestralidade que vai ser realizada na sexta-feira, 10, às 19h, na Casa de Angola na Bahia.

O encontro termina com sorteio do livro “Meu caminhar, meu viver”, de autoria da educadora.
 
O projeto “África e Diáspora, Novas Conexões” é realizado pela Estandarte Produções, Cinepoètyka Filmes e Coletivo Murais da Leba, através do Edital de Mobilidade Artística 2018, com apoio do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia, e conta com apoio institucional da Embaixada do Brasil em Angola, Centro Cultural Casa Brasil Angola e Casa de Angola na Bahia.
 

Postado em 09 de Agosto, às 09:30 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

UFRB oferece vagas para indígenas aldeados e remanescentes de quilombos

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), divulga o Edital Nº 32/2018, referente ao processo seletivo especial para preenchimento de 63 vagas, nos cursos de graduação da instituição, para estudantes indígenas aldeados ou remanescente de comunidades quilombolas.

As vagas oferecidas são para ingresso no semestre 2018.2.

A inscrição dos candidatos interessados será realizada no período de 15 a 26 de agosto, de forma gratuita e exclusivamente via internet no site www.ufrb.edu.br/prosel. 

O candidato pode escolher duas opções de curso, em ordem de preferência.

São requisitos para os candidatos concorrerem: ser indígena aldeado (IA) ou morador das comunidades remanescentes de quilombos (CQ), tenha cursado integralmente o Ensino Médio em instituição pública de ensino e realizado as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na edição de 2017.

Para efeito desse processo são consideradas comunidades remanescentes de quilombos apenas aquelas certificadas pela Fundação Cultural Palmares, de acordo com o que prevê o Decreto 4887/03.

Resultado

O resultado da 1ª chamada com a relação dos aprovados acontece o dia 28 de agosto. A próxima etapa é a pré-matrícula dos candidatos convocados, no dia 05 de setembro das 8h30 às 11h30 e das 13h30 às 16h30 pela Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC), Campus Cruz das Almas.

Confira o Edital PROGRAD nº 32/2018.

Mais informações: www.ufrb.edu.br/prosel.

Postado em 08 de Agosto, às 21:48 por Ivanildo Bastos 0 comentários

UFRB divulga resultado da primeira chamada do Cadastro Seletivo 2018.2

A Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), por meio da Pró-Reitoria de Graduação (PROGRAD), divulga o resultado da primeira chamada do Cadastro Seletivo 2018.2.

A matrícula dos aprovados compreenderá duas etapas. A pré-matrícula será realizada pela Superintendência de Regulação e Registros Acadêmicos (SURRAC). A entrega da documentação deve ser feita entre os dias 15 e 16 de agosto, das 9h às 11h30 e das 13h30 às 16h30 (horário local), no Campus Universitário em Cruz das Almas.

O candidato convocado só poderá ser matriculado em um único curso da UFRB. Os estudantes já matriculados em outros cursos deverão solicitar a desistência da vaga anterior no ato da nova matrícula, que poderá ser realizada por procurador.

Os candidatos aprovados nas modalidades de vaga L2, L4, L1D, L2D, L3D E L4D deverão ser avaliados pelas respectivas Comissões de Aferições como informado no edital.

Os candidatos que não comparecerem nas datas indicadas ou não apresentarem a documentação exigida perderão o direito à vaga.

A confirmação da matrícula será realizada pelo Núcleo de Gestão Técnico Acadêmico do Centro de Ensino no qual o ingressante realizará o curso, de acordo com o horário de funcionamento do setor, no período estipulado pelo Calendário Acadêmico.

O início do segundo semestre de 2018 será no dia 24 de setembro.

A realização de novas chamadas do Cadastro Seletivo está condicionada à existência de vagas disponíveis, que não foram ocupadas, ou que foram preenchidas e desocupadas mediante desistências ou cancelamentos.

Confira o Resultado da 1ª Chamada - Cadastro Seletivo 2018.2.

Informações sobre a matrícula na UFRB: (75) 3621-1220/1221 ou [email protected]

Mais informações na página eletrônica do Processo Seletivo (PROSEL).
 

Postado em 08 de Agosto, às 16:34 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Coral da UFRB reabre inscrições para comunidade interna e externa até dia 17

O Coral da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) divulga a reabertura das inscrições para vagas destinadas à comunidade interna e externa, no período de 13 a 17 de agosto.

Professores, alunos, técnicos administrativos e membros da comunidade externa podem participar, desde que tenham dezoito anos ou mais, com ou sem experiência musical.

A ficha preenchida deverá ser enviada para o e-mail [email protected] ou entregue na Pró-Reitoria de Extensão (PROEX) da UFRB, no campus Cruz das Almas.

Todos os inscritos serão submetidos a teste vocal - simples e rápido - a ser aplicado pelo regente do Coral nos dias 20, 21 ou 22 de agosto, das 13h às 17h e das 18h às 20h, na sede da PROEXT.

Formado por servidores e alunos com a participação da comunidade externa, o Coral da UFRB é composto por um coro a quatro vozes que executa um repertório variado com ensaios fixos semanais e realiza diversas apresentações, tanto no meio acadêmico como em diversos eventos, comunidades e festivais.

Postado em 08 de Agosto, às 15:00 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Personagem do Youtube conecta jovens com o mundo da matemática

Com seu simpático sorriso, Joaquim tem chamado a atenção nos corredores do Riocentro, por onde anda desde o dia 1º de agosto, quando começou o Encontro Mundial de Matemáticos, evento que acontece até dia 9 no Rio de Janeiro.

Muitos dos que param para cumprimentá-lo e tirar fotos conhecem Joaquim por causa do Fantástico Mundo Matemático, canal do Youtube em que ele atua.

A missão de Joaquim é contribuir para que mais jovens vivenciem o mundo da matemática. Um desafio que tem cumprido com maestria por causa de seu mentor, o matemático Régis Varão, professor do Instituto de Matemática, Estatística e Computação Científica da Unicamp.

Régis fez mestrado e doutorado no Instituto de Matemática Pura e Aplicada e pós-doutorado no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos.

“Eu não sei de onde veio o Joaquim. A vida toda eu contava história, eu inventava história. Então, é algo que eu faço naturalmente.

Às vezes eu estou dando aula, surge uma dúvida e eu simulo que sou algum aluno. Eu não sei, talvez eu tenha simulado o que faço em aula e aí veio o Joaquim”, conta o professor.

Joaquim é fruto da fértil imaginação de um pesquisador da área de Sistemas Dinâmicos e Teoria Ergódica, graduado pela Unicamp.

O personagem facilita o estabelecimento de uma conexão entre os jovens e o mundo da ciência.

“Para minha surpresa, alguém uma vez, um professor, me falou: olha, os alunos gostam muito do Joaquim porque eles falaram que têm as mesmas dúvidas do Joaquim. Como ele é mais brincalhão, os alunos estão se identificando com ele.

Outro exemplo de como eu vou trazendo as pessoas para esse convívio da matemática: um rapaz tinha assistido a um dos vídeos e escreveu que precisou ver cinco vezes para poder entender.

Aí eu respondi: nada na minha vida eu aprendo de primeira. Eu preciso pegar, reler, dar um tempo, pensar. É assim que funciona com todo mundo.”

Com o exemplo, Régis revela que a proposta do canal é exatamente essa: transmitir conceitos e ideias que vão além do conteúdo matemático explícito nos vídeos.

Joaquim e Régis querem falar sobre a atitude proativa que precisamos ter diante da busca por um novo conhecimento. A experiência de criar o canal no Youtube mudou até mesmo a maneira como o próprio Joaquim enxerga a matemática.

“Como o Joaquim disse, ele começou a vivenciar a matemática. Ele realmente percebeu que a matemática é além daquela parte técnica.

Isso é algo que ele diz que marcou muito: você viver a matemática é se divertir, é conversar com as outras pessoas e até mesmo interagir com a avó dele.

E ele assumiu esse papel de levar essa vivência para as pessoas, algo que ele tem aprimorado ao longo do tempo.”

Joaquim e Régis são um exemplo criativo das infinitas possibilidades que existem para que possamos inspirar mais jovens a vivenciarem o fantástico mundo da matemática.

Postado em 08 de Agosto, às 14:48 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Secretaria da Educação garante apoio do MEC para novos cursos e liberação de recursos

A secretaria da Educação do Estado da Bahia vai contar com o apoio do Ministério da Educação (MEC) para novos cursos de nível superior na rede estadual, além da liberação de recursos de emendas parlamentares.

O apoio do Ministério da Educação vai ao encontro da proposta de implantar na Bahia o curso superior de Tecnólogo na rede de Educação Profissional e Tecnológica, além de apoio também para a implantação do mestrado profissional na modalidade de Ensino à Distância (EaD) para professores da rede estadual. 
 
“O Ministério deve intermediar junto à Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) a organização deste mestrado profissional aqui na Bahia, uma vez que a Capes é uma fundação vinculada ao MEC.

Também articulamos com o ministro a liberação das emendas parlamentares para o sistema de Educação do Estado da Bahia”, destacou o secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, durante a reunião, que também contou com a presença do ministro Rossieli Soares.

Postado em 08 de Agosto, às 11:27 por Cristóvão Guimarães 0 comentários


Próximo








Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes PodCast Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Piemonte do Paraguaçú Recôncavo Baiano Salvador e RMS Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 16/08/2018 16:48