Notícias

Austrália e Dinamarca empatam em 1 a 1 na segunda rodada da Copa

Austrália e Dinamarca empataram por 1 a 1 na manhã de hoje, em Samara, pela segunda rodada da Copa do Mundo. Com o empate, a Dinamarca chega aos 4 pontos e assume a liderança provisória do grupo C. 

A seleção australiana marcou seu segundo gol nesta Copa, o segundo de pênalti, marcado pelo mesmo motivo: bola na mão dentro da área. A Austrália soma seu primeiro ponto na Copa e ainda tem chances de classificação para as oitavas-de-final.

A Dinamarca começou melhor o jogo e não demorou a abrir o placar. Aos 7 minutos, Jorgensen deu um ótimo passe para o meio da área, achando Eriksen livre. O camisa 10 dinamarquês pegou em cheio e não deu chances para o goleiro Ryan.

A Austrália tentou assumir as rédeas da partida e a Dinamarca adotava uma estratégia de apertar sua marcação com até cinco jogadores próximo à grande área do adversário. Isso dificultava muito a saída de bola dos australianos, mas, quando conseguiam, tinham um campo mais livre para atacar, uma vez que os dinamarqueses ainda estavam voltando para o campo de defesa.

Aos 35 minutos, o VAR entrou mais uma vez em ação para auxiliar o árbitro. Após cruzamento na área da Dinamarca, a bola bateu no braço de Yurary Pousen, mas o árbitro não viu. Segundos depois, porém, ele parou a partida e conferiu com o árbitro de vídeo. Nesta Copa, nos casos em que árbitro de vídeo é consultado para um possível pênalti, a penalidade acaba confirmada. E foi o que ocorreu. Jedinak cobrou e empatou o jogo para a Austrália.

O segundo tempo foi mais equilibrado e o jogo ficou mais aberto. Os dois times tinham chances, mas erravam o último passe ou eram barrados pelos goleiros, que não foram muito desafiados.

A Austrália ofereceu mais perigo nas poucas chances que teve.O goleiro Schmeichel teve que trabalhar aos 42 minutos para garantir o empate. Em chegada perigosa, Arzani entrou na área pela esquerda e, em vez de cruzar para o meio, chutou forte direto para o gol. Schmeichel espalmou e, na sobra, Leckie arrematou para o gol, mas o goleiro pegou firme, garantindo o resultado.

Postado em 21 de Junho, às 15:37 por Magno Bastos 0 comentários

Suzuki Day experiência off-road chega ao Vale Europeu

O passeio off-road Suzuki Day levará famílias e amigos pelos caminhos de Rancho Queimado (SC) neste fim de semana, dias 23 e 24 e junho. As inscrições estão abertas e devem ser feitas pelo site www.suzukiveiculos.com.br. É possível escolher entre sábado ou domingo para participar do passeio, e a taxa é a doação de uma cesta básica.

Assista ao vídeo e conheça: https://youtu.be/wSDm8KZpjUA

O percurso terá cerca de 80km, partindo do restaurante Costa da Serra. Os participantes seguirão por estradas de terra beirando rios, trechos com pinheirais e um lindo visual do Vale Europeu.

“Usar a tração 4x4 dos veículos, cruzar trilhas e caminhos off-road, com belas paisagens, e terminar o dia com um almoço especial: essa é a proposta do Suzuki Day”, conta Fernando Julianelli, diretor de marketing da Suzuki Veículos. “Nosso objetivo é proporcionar mais que um dia de diversão, mas uma experiência inesquecível.”

Após o almoço, também no restaurante Costa da Serra, os participantes que quiserem um pouco mais de aventura poderão seguir para um mirante. Dali, após percorrer mais um trecho off-road, será possível contemplar a vista de parte da Serra Catarinense a 1250 metros de altitude.

Não há restrição de idade e a família toda pode participar e se divertir nas trilhas. Podem se inscrever os veículos Suzuki 4x4 das linhas Jimny, Grand Vitara, Vitara, S-Cross, Sidekick e Samurai. Para mais informações, vídeos, fotos e inscrições, acesse: www.suzukiveiculos.com.br.

Postado em 21 de Junho, às 12:19 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Copa do Mundo tem hoje rodada decisiva para peruanos e argentinos

Dois confrontos do grupo C  e um do Grupo D marcam a rodada desta quinta-feira (21) da Copa do Mundo Rússia 2018: Dinamarca contra a Austrália, às 9h, em Samara; e França e Peru, às 12h, em Ecaterimburgo. No oitavo dia de Copa do Mundo tem ainda um jogo decisivo para a seleção argentina, no Grupo D. O time de Messi precisa vencer a Croácia para manter as chances de classificação para a próxima fase. Pressionada, a Argentina enfrenta o adversário teoricamente mais difícil.

Dinamarca x Austrália

No grupo em que a França, com uma vitória, é a favorita para terminar em primeiro lugar, resta às demais seleções brigarem pela segunda vaga às oitavas de final. Nesse ponto, a Dinamarca tem vantagem, pois venceu o Peru na primeira rodada. A Austrália, por sua vez, ainda não somou pontos e precisa fazê-lo se quiser continuar na Copa.

O técnico da Dinamarca, Age Hariede, avaliou que jogo contra a Austrália não será fácil e que o importante é que seus jogadores entrem concentrados na partida. “Em 16 jogos, não experimentamos estar sob tanta pressão como estivemos contra o Peru. Eles criaram várias chances contra nós e, se o Peru pode fazê-lo, a Austrália também poderá. Precisamos estar completamente focados”, disse, em entrevista.

O treinador assistente da Austrália, Ante Milicic, destacou a importância do time pontuar nesta rodada. “Sabemos que precisamos de um resultado para continuar vivos, e esta tem sido a meta desde o início. Não precisamos apenas de um bom desempenho, precisamos de pontos”. Dinamarca e Austrália se enfrentam às 9h.

França x Peru

Uma das poucas seleções consideradas favoritas a ganhar na primeira rodada, a França – apesar da vitória sobre a Austrália – não jogou bem. O time precisará encontrar seu ponto de equilíbrio no ataque. Teoricamente, é um dos mais perigosos da Copa, com Mbappé, Dembélé e Griezmann, mas ainda não mostrou a força esperada.

O técnico do Peru, Ricardo Gareca, fez observações sobre o adversário, em entrevista coletiva nessa quarta-feira (20). Ele destacou a qualidade da França e seu favoritismo ao título mundial. “A França tem sua identidade, eles podem vencer a Copa, podem se adaptar a cada time que enfrentam. Está entre os favoritos, mas podemos ser um oponente duro. Temos nosso estilo e não deixaremos a França nos distrair”. O Peru precisa vencer a França para pensar em passar para as oistavas de final.

O dia será especial para o goleiro francês Lloris. Ele completará 100 jogos pela seleção na partida contra o Peru. “Estou muito orgulhoso. Sempre tento dar o melhor e estarei 100% envolvido, não importa o que aconteça”. França e Peru jogam ao meio-dia.

Argentina x Croácia

Depois de tropeçar na Islândia, a Argentina não pode pensar em nenhum resultado diferente da vitória contra os croatas. O time europeu tem três pontos no grupo e é preciso uma vitória para ultrapassá-los na classificação. Ganhar é fundamental para o time comandado por Messi.

O camisa 10, que frequentemente disputa com o português Cristiano Ronaldo o título de “melhor do mundo”, sabe que uma derrota complica não só as chances de classificação, como também o legado desta geração. Apesar de contar com estrelas como Di Maria, Agüero, Mascherano e o próprio Messi, esses jogadores nunca ganharam um título sequer com a camisa “albiceleste”.

A pressão vivida pela Argentina contrasta com a situação da Croácia. O técnico Zlatko Dalic fez questão de jogar a responsabilidade para o adversário. Ele disse que a situação de seu time é confortável, porque já tem uma vitória na competição.

“A partida contra a Argentina é o jogo mais fácil para nós na Copa do Mundo, porque temos três pontos e jogamos contra um grande adversário. Não temos nada a perder no jogo. Direi aos meus jogadores para eles apenas apreciarem o espetáculo”, disse Dalic. Ao mesmo tempo, enfatizou que seu time precisará jogar bem se quiser a vitória. “Temos que mostrar nossa qualidade e este é um verdadeiro teste para esta geração”.

Em tempos de futebol globalizado, em que times mais ricos arregimentam verdadeiras seleções mundiais, a Copa é o momento de encontros de jogadores que se conhecem de seus clubes se enfrentam. No jogo de hoje, Messi e Rakitic, companheiros no Barcelona estarão em lados opostos. “É difícil dar algum segredo sobre Messi para o meu treinador. Ele é o melhor jogador do mundo e é quase impossível bloqueá-lo”, disse o croata. A partida entre Croácia e Argentina será às 15h.

Postado em 21 de Junho, às 08:51 por Magno Bastos 0 comentários

7º dia de Copa com placares magros e garra de equipes sem tradição

No sétimo dia de Copa do Mundo, o 1 a 0 foi o placar dominante. Justamente quando se projetava goleadas de Espanha, Portugal e Uruguai, o que se viu foram seleções sem tradição mostrarem valentia e defesas bem arrumadas. Os favoritos ganharam, todos pelo placar mínimo, em jogos que, se foram escassos em gols, conseguiram agradar a quem assistiu nos estádios e nas TV's.

Portugal 1 x 0 Marrocos
Novamente, com um início arrasador, Cristiano Ronaldo abriu o placar contra Marrocos aos 4 minutos de jogo. Quem apostou em goleada lusitana no bolão começou a esfregar as mãos, acreditando em uma chuva de gols. Mas não foi o que aconteceu. Portugal mostrou novamente o que já se vira contra a Espanha: um time muito limitado e dependente de Cristiano Ronaldo. No restante do tempo, ele ficou discreto e o time todo desapareceu do jogo.

Já Marrocos mostrou que não merecia o que o destino lhe reservou. Foram duas derrotas, ambas por 1 a 0, em partidas nas quais jogou bem, criou chances e buscou a vitória. Os africanos colocaram os portugueses nas cordas em muitos momentos e mereceram o empate. Contra a Espanha, na última rodada, lhes resta tentar pelo menos um gol para voltar com alguma boa história para casa.

Espanha 1 x 0 Irã
Contra Marrocos, na primeira rodada, o Irã se defendeu o jogo todo e fez um gol nos acréscimos. Contra a Espanha, não teve a mesma sorte. Com boa atuação do sistema defensivo e do goleiro Beiranvand, os iranianos não permitiram o toque de bola envolvente, que fez famosa a atual geração do futebol espanhol. O gol salvador saiu em um lance de sorte de Diego Costa. A bola bateu em sua perna e entrou. As jogadas bem tramadas de toque de bola no ataque espanhol não aconteceram.

Apesar do placar magro, o jogo era bom, principalmente pela atuação do Irã. Os avanços esporádicos ao ataque causavam furor na torcida e, após sofrerem o gol, passaram a ousar mais. A possibilidade de um gol de empate tornou a partida mais tensa e movimentada. O gol iraniano, anulado por ter sido marcado em impedimento, mostrou, por um momento, que a grande maioria da Arena Kazan queria ver as estrelas da Espanha, mas torcia pelo time mais fraco.

Uruguai 1 x 0 Arábia Saudita
Na coletiva realizada no dia anterior, o meio-campista do time árabe Taisser Al Jassam afirmou que o objetivo do time era melhorar a imagem, arranhada após uma goleada impiedosa aplicada pela Rússia no jogo de estreia. E isso de fato ocorreu. Muito mais organizada na defesa, a seleção árabe ofereceu um jogo duro para os uruguaios. Apesar da derrota, o que se viu em campo foi um time digno de disputar uma Copa do Mundo.

O gol uruguaio foi marcado pelo centroavante Luis Suárez, jogador do Barcelona. O gol foi carregado de importância. Além de dar a vitória, garantiu a classificação do time às oitavas de final e, de quebra, colocouo nome de Suárez na história da Celeste. Ele é o primeiro jogador do país a marcar gols em três Copas do Mundo. Já havia marcado nas duas copas anteriores, em 2010, na África do Sul, e no Brasil, em 2014.

Postado em 21 de Junho, às 07:28 por Magno Bastos 0 comentários

Portugal é pressionado, mas vence o Marrocos com gol de CR7

Se Portugal for longe na Copa do Mundo, o país deverá agradecer a Cristiano Ronaldo. Hoje (20), logo no início do jogo, aos 4 minutos, CR7 mostrou vontade de fazer história e marcou de cabeça, após cobrança de escanteio. Ele é o artilheiro da Copa até agora, com quatro gols. Graças a seu melhor jogador, Portugal venceu, mas não convenceu.

Se nos primeiros minutos a impressão era de que viria uma goleada, a atuação da Seleção de Marrocos tratou logo de mudar o cenário. Pouco depois do gol,  Marrocos começou a jogar com garra e disposição. E mostrou mais consistência no ataque. Apostando na velocidade, ameaçou os portugueses com jogadas pelas laterais e cruzamentos na área.

Portugal só chegaria novamente com perigo aos 38 minutos de jogo. Gonçalo Guedes recebeu bom passe de Cristiano Ronaldo, que o deixou diante do goleiro, mas El Kajoui fez a defesa, mostrando bons reflexos. A resposta veio pouco depois.

Por uma questão de centímetros, Benatia não empatou aos 46 minutos. Após cobrança de falta pela direita do ataque, a bola foi desviada para o meio da área por Belhanda e o zagueiro marroquino não alcançou a bola por muito pouco.

Segundo tempo
Na etapa  final, Marrocos mostrou que a justiça e o futebol nem sempre estão na mesma página da história. A seleção africana, que já merecia o empate, mostrou que também não mereceu ter perdido para o Irã na primeira rodada.

Com bom toque de bola, os marroquinos passaram a controlar o jogo e a criar chances reais de empatar. Aos 11 minutos, Belhanda cabeceou no canto, mas o goleiro Rui Patrício fez uma defesa incrível, digna de Gordon Banks, da Seleção da Inglaterra na Copa de 70, no México. Amrabat e Belhanda incomodaram a defesa adversária o jogo inteiro.

Marrocos tentou seu gol até o minuto final. Aos 45 minutos do segundo tempo, Ziyech entrou na área com velocidade pela direita e chutou com perigo, mas a bola não entrou.

O juiz apitou o fim do jogo e os atletas marroquinos não esconderam a tristeza. Jogaram com bravura e melhor que Portugal, mas somam duas derrotas e ainda não conseguiram marcar um gol no mundial da Rússia.

A atuação portuguesa irritou seu treinador. Em entrevista após a partida, ele não escondeu o incômodo de ver seu time errando passes e mostrando ineficiência ofensiva. Para ele, alguns jogadores perderam a confiança após cometer erros durante o jogo.

Com a vitória, Portugal chega a 4 pontos no grupo B e assume a liderança provisória, já que a Espanha joga às 15h de hoje contra o Irã, que tem 3 pontos. Marrocos tem duas derrotas e nenhum ponto ganho.

É o lanterna do grupo e não tem mais chances de avançar às oitavas de final.

Postado em 20 de Junho, às 15:33 por Magno Bastos 0 comentários

Uruguai vence a Arábia Saudita e define classificados do grupo A

O Uruguai venceu na tarde de hoje (20) a Arábia Saudita por 1 a 0, em um jogo bem disputado, mas de poucas emoções. A vitória garantiu a classificação dos uruguaios para as oitavas-de-final e definiu quem avança no grupo A. A vitória da Celeste também sacramentou a já muito bem encaminhada classificação da Rússia, que havia vencido o Egito por 3 a 1 ontem (19). Com isso, os dois países têm 6 pontos e se enfrentam na última rodada apenas para definir quem passa em primeiro. A seleção anfitriã tem a vantagem do empate, por ter um maior saldo de gols.

Se a intenção dos árabes era deixar uma impressão melhor do que a da goleada sofrida para a Rússia, a missão foi cumprida. Muito mais equilibrada na defesa e no ataque, a seleção saudita perdeu novamente, mas mostrou uma defesa mais consistente e um time mais competitivo. Ficou em desvantagem no meio do primeiro tempo, mas buscou o gol o tempo todo, sem se expor excessivamente na defesa.

A vitória garantia a classificação dos uruguaios e a esperança de gols estava nos pés do artilheiro Suárez. E, aos 22 minutos do primeiro tempo, finalmente desencantou. Na cobrança de escanteio, o goleiro árabe Al-Owais saiu errado e socou o vazio. A bola sobrou para o atacante uruguaio, que venceu a disputa de espaço com o zagueiro e tocou para o fundo do gol.

Com este gol, Suárez se tornou o primeiro uruguaio a marcar em três Copas do Mundo diferentes. Já havia marcado nas duas Copas anteriores, em 2010, na África do Sul, e no Brasil, em 2014.

A partida continuou equilibrada, com as defesas neutralizando bem os ataques. A bola dificilmente chegava limpa para os centroavantes uruguaios e árabes.

Aos 34 minutos do segundo tempo, quase saiu o segundo gol uruguaio. Torreira chutou de longe para o gol, mas Cavani estava no meio do caminho. O camisa 21 da Celeste tentou desviar de cabeça a rota do chute e deu certo. A nova trajetória da bola enganou o goleiro árabe e passou perto do gol, mas foi para fora.

Aos 40 minutos, foi a vez de Cavani. Ele ganhou do zagueiro na insistência e bateu para o gol na entrada da área, mas Al-Owais fechou bem o ângulo e impediu o segundo gol uruguaio. A Arábia Saudita tentou o empate, mas os chutes de longe não eram suficientes para ameaçar o goleiro Muslera, que não fez nenhuma defesa difícil.

A classificação traz alívio aos uruguaios, mas é necessário caprichar mais na pontaria se quiserem chegar às quartas-de-final. Foram dois placares mínimos contra as seleções menos tradicionais do grupo. O jogo contra a Rússia poderá mostrar o verdadeiro potencial do time sul-americano e seu badalado ataque, formado por Suárez e Cavani.

Postado em 20 de Junho, às 15:31 por Magno Bastos 0 comentários

Rodada de hoje na Copa tem Portugal, Uruguai e Espanha

Em campo, as duas favoritas do grupo B, Portugal e Espanha, jogam contra as seleções tecnicamente mais fracas. Além disso, o Uruguai enfrenta a Arábia Saudita, que foi goleada pela Rússia por 5 x 0, no jogo de abertura da Copa. Vale lembrar, porém, que surpresas já aconteceram nesta edição da principal competição do futebol mundial Copa. Brasil, Argentina e, principalmente, a Alemanha, que perdeu para o México por 1 x 0, que o digam.

Portugal x Marrocos

O melhor jogador do mundo e melhor da Copa até agora, Cristiano Ronaldo, enfrenta a seleção marroquina, derrotada por 1 x 0 pela seleção iraniana na primeira rodada. Marrocos até jogou melhor que o Irã, mas não conseguiu romper a defesa adversária. A expectativa é se o craque português vai repetir a grande atuação do jogo contra a Espanha, quando marcou três gols, arrancando um empate em 3 x 3 contra a seleção de Iniesta e Sérgio Ramos que teve contra a Espanha. Se isso acontecer, uma goleada é praticamente certa.

Porém, haverá um time do outro lado e, apesar de inferior tecnicamente, não poderá ficar apenas se defendendo se quiser fazer mais do que três jogos na Rússia. O Marrocos demonstrou ter qualidades e jogou melhor que o Irã. O gol contra sofrido no último lance foi um golpe duro para um time que buscou a vitória muito mais do que o adversário. Jogadas em velocidade, sobretudo pelas laterais, contra os zagueiros mais experientes – Pepe e Fonte têm 35 e 34 anos, respectivamente – e lentos de Portugal. Marroquinos e portugueses se enfrentam às 9h, em Moscou.

Uruguai x Arábia Saudita

Nenhum dos dois times jogou bem na primeira rodada. A diferença foi o que ambos conseguiram, apesar do desempenho. A dupla uruguaia Cavani e Suárez, vista como uma das mais perigosas da Copa, passou em branco contra o Egito. A vitória só veio no último lance, com um gol do zagueiro Giménez.

O treinador Óscar Tabárez optou por escalar dois jogadores mais experientes no meio campo, Cristian Rodríguez (32 anos) e Carlos Sánchez (33 anos) e afirmou não levar a idade do jogador em conta. “Eu não considero quem é mais jovem ou mais experiente, eu escolho de acordo com as necessidades do time. Para este jogo eu acho que este é o time certo”.

Neste confronto, os árabes têm um objetivo em mente: mostrar que superaram a derrota por 5 a 0 para Rússia, no primeiro jogo da Copa. “Esperamos melhorar nossa imagem provando [que merecemos] nossa presença no torneio. Tudo que nos importa é a felicidade da torcida”, disse o meio-campista Taisser Al Jassam, na coletiva de imprensa realizada ontem (19). Ele também afirmou que o calor de Rostov, local do jogo, não os afetará. “Estamos acostumados ao clima quente”. A partida entre Uruguai e Arábia Saudita será às 12h.

Espanha x Irã

O Irã treve a sensação de ser líder de um grupo com Espanha e Portugal, graças ao empate entre essas seleções e a sua vitória contra o Marrocos. Agora enfrenta a Espanha que, se não venceu na primeira rodada, fez um bom jogo. Mostrou o seu traducuinal toque de bola e qualidade nos passes e chutes a gol, tudo que faz lembrar o time campeão de 2010, na África do Sul.

O treinador da seleção iraniana, Carlos Queiroz, não se ilude quanto a diferença técnica dos dois times e espera que seu time faça o melhor possível em campo. “É óbvio que a Espanha tem melhores jogadores, mas não é apenas uma questão de jogadores. Somos um time que quer jogar a melhor partida de todas amanhã. Queremos tirar o melhor de seja lá quantas poucas oportunidades tivermos”. As duas seleções se enfrentam às 15h, em Kazan.

Postado em 20 de Junho, às 09:39 por Magno Bastos 0 comentários

Rússia vence o Egito e garante classificação para as oitavas de final

Os donos da casa são os primeiros a se classificarem para as oitavas de final da Copa do Mundo. A Rússia venceu o Egito por 3 a 1 hoje (19), em São Petersburgo, e chegou a 6 pontos. Ela pode até ser ultrapassada pelo Uruguai, que tem três pontos e joga contra a Arábia Saudita amanhã (20), mas está garantida pelo menos em segundo lugar no grupo.

A vitória veio após um primeiro tempo amarrado, sem grandes oportunidades de gol. A torcida russa só pode festejar no segundo tempo, quando a seleção fez três gols e garantiu a vitória. Cheryshev, que substituiu Dzagoev na primeira partida e fez dois gols, voltou a marcar hoje. Na última rodada da primeira fase, a Rússia enfrenta o Uruguai e o Egito enfrenta os sauditas.

 

Postado em 19 de Junho, às 19:08 por Magno Bastos 0 comentários

Japão surpreende nesta terça-feira e vence a Colômbia por 2 a 1

Não foi a estreia que a Colômbia esperava. A derrota para o Japão por 2 a 1 podia não estar nos planos do time sul-americano, mas também não estava previsto ficar com um jogador a menos logo aos 3 minutos de jogo.

Na base da raça, os colombianos chegaram ao empate, mas não seguraram o ímpeto oriental.

Os japoneses fizeram uma boa partida, com velocidade e volume de jogo, e, assim, surpreenderam os colombianos. Tiveram oportunidades mais claras de gol no segundo tempo até que foram recompensados.

A partida começou com muita intensidade, com o Japão marcando forte já no meio campo. Logo aos 3 minutos, em um contra-ataque rápido do time asiático, Sánchez desviou a bola dentro da área com o braço.

A bola ia para o gol e o goleiro Ospina já estava batido. Como manda a regra, o juiz marcou pênalti e expulsou o jogador colombiano. Foi a primeira expulsão desta Copa. Kagawa foi para a cobrança e fez o primeiro gol do jogo:Japão 1x0.

Com um a menos e atrás no placar, a Colômbia tentava atacar pelos lados do campo, explorando a velocidade de Izquierdo e Cuadrado. Mas o técnico colombiano decidiu, aos 30 minutos, tirar Cuadrado e colocar o volante Barrios, para recompor a defesa.

Aos 33 minutos, Falcão recebeu um bom lançamento na área, se esticou todo para alcançar a bola, mas conseguiu apenas um toque com o bico da chuteira, para fácil defesa do goleiro Kawashima.

Aos 38 minutos, a Colômbia chegou ao empate. Falcão caiu perto da área japonesa e juiz marcou a falta. Quintero, com inteligência, bateu rasteiro e a bola passou por baixo da barreira, que pulou esperando um chute alto. O goleiro só alcançou a bola após ela cruzar a linha. 

Finalmente, a torcida colombiana, que pintou as arquibancadas de amarelo, pôde comemorar.

Segundo tempo

Aos 8 minutos, o primeiro lance de ataque. Kagawa deu bom passe para Osako já dentro da área. Ele protegeu bem do zagueiro e bateu para o gol. O goleiro Ospina mandou para escanteio.

Aos 11, o Japão roubou a bola e atacou com velocidade. Inui recebeu na entrada da área e chutou no canto esquerdo de Ospina, que espalmou para o lado.

Aos 27 minutos, o Japão fez o segundo gol. Após cobrança de escanteio, Osako ganhou de cabeça, Ospina saiu mal do gol e a bola entrou: 2x1. O gol traduziu um maior volume de jogo dos japoneses. No lance que originou o escanteio, Sakai já havia ficado perto de marcar.

Aos 32 minutos, a Colômbia finalmente chegou com perigo no segundo tempo. James Rodríguez, que havia entrado na segunda etapa, recebeu na área com espaço para dominar e bateu para o gol, mas a bola desviou e subiu demais.

O Japão, com um jogador a mais, continuou tendo mais organização no ataque. Nos últimos minutos, a Colômbia tentou pressionar o adversário, mas de forma desorganizada. Falcão trombava com a defesa sem conseguir dar sequência ao ataque.

Os japoneses comemoraram muito a vitória, se abraçando e se emocionando. Com o resultado, chegam a três pontos no grupo H. A Colômbia é lanterna, com uma derrota. Polônia e Senegal fazem hoje a outra partida do grupo, fechando a primeira rodada da Copa do Mundo.

Postado em 19 de Junho, às 14:42 por Magno Bastos 0 comentários

Senegal aproveita erro da Polônia e vence na estreia por 2x1

O Senegal fez sua estreia nesta Copa do Mundo com uma vitória - 2x1 - contra a Polônia. A equipe africana volta à Copa depois de 16 anos ausente. Em 2002, a seleção do Senegal também vencera na estreia diante da França. Hoje (19), o time liderado pelo craque Sadio Mané venceu com a participação direta do adversário nos dois gols.

No primeiro gol, a bola desviou em um zagueiro e tirou o goleiro do lance. No segundo, o camisa 10 do time europeu, Krychowiak, fez um recuo inesperado para a defesa, o que beneficiou o oportunismo e velocidade de Niang, autor do gol. A Polônia depositava em Lewandowski as esperanças de gol, mas o centroavante, bem marcado, apareceu pouco.

A Polônia investia em toques de bola, cadenciando o jogo, enquanto Senegal tentava atacar com velocidade, mas poucas chances foram criadas. A partir dos 30 minutos do primeiro tempo, a partida ficou mais aberta e os poloneses passaram a aceitar o jogo veloz proposto pelos africanos.

Aos 37 minutos, Senegal fez o primeiro gol do jogo. Em ataque rápido, com a defesa polonesa ainda se arrumando, Gueye arriscou de fora da área. A bola desviou no brasileiro naturalizado polonês Thiago Cionek e enganou o goleiro, que já saía para fazer a defesa no lado direito. A arbitragem deu gol contra de Cionek: 1x0.

O gol fez bem ao Senegal. O time do técnico Aliou Cissé se impôs até o final da primeira etapa. Mesmo sem ameaçar novamente o gol de Szczesny.

Segundo tempo
Os poloneses começaram o segundo tempo em cima dos africanos. O plano parecia ser empatar nos primeiros minutos da segunda etapa. Mas aí veio uma ducha de água gelada nas pretensões polonesas. Um erro de Krychowiak resultou no segundo gol senegalês.

Aos 15 minutos, o camisa 10 da Polônia deu um recuo estranho do campo de ataque, quando seu time estava todo na frente. A bola recuada pegou um zagueiro e o goleiro Szczesny desprevenidos.

Mais lentos, os dois poloneses não cortaram a bola a tempo e Niang aproveitou. Na velocidade, deu um toque na bola que tirou os dois da jogada e depois, só tocou para o gol vazio: 2x0.

A Polônia não desistia de chegar ao seu gol, mas o fazia sem organização, errando muitos passes. O artilheiro Lewandowski pouco produzia, muito bem marcado pela defesa africana. O jogo ficou tenso, com muitas faltas e discussão entre os atletas. Por duas vezes um senegalês caiu no chão e os poloneses, com pressa, não colocaram a bola para fora, para a entrada do atendimento médico.

Aos 38 minutos, Sarr simulou uma falta dentro na área e reclamou um pênalti. Os poloneses reclamaram da tentativa de Sarr de enganar a arbitragem e os dois times discutiram asperamente. Era o retrato do clima tenso do jogo.

Aos 40 minutos, finalmente a Polônia consegue marcar. Em cobrança de falta, a bola foi jogada na área e Krychowiak, que havia errado no segundo gol senegalês, cabeceou bem, no contrapé do goleiro N'Diaye. Não foi, porém, suficiente para evitar a derrota.

Com a vitória, Senegal fica empatado com o Japão na primeira colocação do grupo H, ambos com 3 pontos, dois gols feitos e um sofrido.

A Polônia se junta à Colômbia na parte inferior da tabela. As duas seleções se enfrentam no domingo (24). No mesmo dia, o Senegal joga contra o Japão.

Postado em 19 de Junho, às 14:40 por Magno Bastos 0 comentários

Neymar deixa treino mancando após sentir dores no tornozelo direito

O atacante Neymar Jr deixou o treino desta terça-feira ainda no aquecimento da Seleção Brasileira, em Sochi. O jogador participava de uma roda de bobinho ao lado de Willian, Miranda, Thiago Silva e Philippe Coutinho quando sentiu dores na região do tornozelo direito e abandonou a atividade para receber atendimento médico.

Na última segunda-feira, Neymar já havia sido desfalque no primeiro treino da Seleção após o empate em 1 a 1 com a Suíça, em Rostov. Na ocasião, o craque do Paris Saint-Germain fez trabalhos regenerativos separado do elenco, assim como Paulinho e Thiago Silva.

Após ser examinado brevemente, Neymar deixou o campo mancando e acabou virando mais uma dúvida para o técnico Tite nesta Copa do Mundo por conta de um problema físico. Antes, Fagner, Douglas Costa, Renato Augusto e Fred já haviam sido desfalques para o treinador em decorrência de lesões.

Apesar do susto, a assessoria de imprensa da CBF informou que Neymar já não participaria do treino em toda a sua totalidade nesta terça-feira. Ainda segundo a assessoria, o atacante deve estar presente na última atividade antes da Seleção Brasileira antes de viajar para São Petersburgo, nesta quarta-feira.

O médico da Seleção, Rodrigo Lasmar, que também foi o responsável por fazer a cirurgia de Neymar no pé direito para reparar a fratura no quinto metatarso do jogador, também se posicionou sobre o ocorrido e tranquilizou os torcedores.

“Neymar se queixou de dores no tornozelo, em decorrência do número de faltas sofridas contra a Suíça. Como o treino era regenerativo para os titulares, foi encaminhado para a fisioterapia. Fica lá hoje e amanhã de manhã, treinando amanhã à tarde”, assegurou Lasmar.

A forma física de Neymar ainda é uma dúvida para o restante da Copa do Mundo, embora os incômodos desta terça não terem relação com a lesão sofrida em fevereiro. Após se recuperar de uma fratura no quinto metatarso do pé direito, o jogador voltou aos gramados de maneira bastante positiva, surpreendendo até mesmo o técnico Tite ao marcar o primeiro gol do time canarinho no amistoso com a Croácia.

Na estreia da Seleção Brasileira no Mundial, porém, o atacante não foi bem. Muito caçado em campo, Neymar prendeu a bola demasiadamente, sendo desarmado em diversas oportunidades. Tite chegou a enfatizar a possibilidade de ele oscilar neste seu retorno aos gramados após a lesão. Agora, resta saber como o jogador irá reagir a esse incômodo que o tirou do penúltimo treino da Seleção Brasileira em Sochi antes do confronto com a Costa Rica, na próxima sexta, em São Petersburgo.

Postado em 19 de Junho, às 13:10 por Magno Bastos 0 comentários

Confira como foi o quinto dia tem destaque para Inglaterra e Bélgica

Nesta segunda-feira (18) foi a vez da Inglaterra e da Bélgica entrarem em campo na Copa do Mundo. As duas seleções estão no mesmo grupo, o G, e são favoritas para avançar à próxima fase. No outro jogo do dia, Suécia e Coreia do Sul se enfrentaram pelo grupo F. A seleção da Inglaterra derrotou a Tunísia, em jogo pela primeira rodada do grupo G, (que também conta com Bélgica e Panamá), por 2 a 1:

A Inglaterra venceu a Tunísia com um gol salvador de Harry Kane no final do jogo. Na última partida de hoje (18), a seleção inglesa, cheia de jogadores jovens, perdeu várias oportunidades de gol no primeiro tempo. E, após todo um segundo tempo sem nenhuma criatividade no ataque, achou seu gol em uma cobrança de escanteio.

Postado em 19 de Junho, às 08:13 por Magno Bastos 0 comentários

Seleção brasileira começa a se preparar para enfrentar a Costa Rica

Depois do empate com a Suíça, na estreia da Copa do Mundo da Rússia, a seleção brasileira começou os preparativos para a próxima partida, que será na sexta-feira (22), contra a Costa Rica. Os jogadores voltaram a treinar na manhã de hoje (18), no campo principal do centro de treinamento do Brasil, em Sochi.

Os atletas que começaram o jogo contra a Suíça fizeram trabalhos individualizados. Um grupo fez atividades de campo, e outros ficaram entre sessões de fisioterapia e na academia. Neymar, Thiago Silva e Paulinho fizeram apenas procedimentos regenerativos pós-jogo nas dependências da concentração, nenhum dos três atletas, segundo a CBF,  preocupa para a sequência da competição. Alisson treinou separado com o preparador de goleiros Taffarel e o seu assistente, Rogério Maia. 

Já os reservas treinaram com bola sob observação do técnico Tite e seus auxiliares. Antes das atividades no campo, Douglas Costa, Taison, Geromel, Filipe Luís, Fernandinho, Renato Augusto, Fagner, Marquinhos, Fred, Firmino, Ederson e Cássio fizeram um trabalho de ativação muscular na academia. No gramado, esse grupo treinou ataque contra defesa em campo reduzido por cerca de 45 minutos. Depois,  trabalharam finalizações com os goleiros Cássio e Ederson se revezando no gol. No final das atividades, Filipe Luís, Fagner e Douglas Costa treinaram cobranças de pênaltis.

O treino da Seleção Brasileira foi aberto à imprensa. Após os trabalhos, os jogadores foram liberados e devem se reapresentar no hotel amanhã pela manhã. À tarde, a equipe voltará a treinar, mas a imprensa só poderá acompanhar os 20 minutos iniciais. O Brasil volta a campo às 9h (horário de Brasília), sexta-feira, em São Petersburgo.

Postado em 19 de Junho, às 08:10 por Magno Bastos 0 comentários

Inglaterra desempata no fim do segundo tempo e vence a Tunísia

A Inglaterra venceu a Tunísia com um gol salvador de Harry Kane no final do jogo. Na última partida de hoje (18), a seleção inglesa, cheia de jogadores jovens, perdeu várias oportunidades de gol no primeiro tempo. E, após todo um segundo tempo sem nenhuma criatividade no ataque, achou seu gol em uma cobrança de escanteio. Além de Kane, Dele Alli e Sterling eram outros jogadores de quem se esperava um bom desempenho, mas ambos tiveram atuação discreta.

Já a Tunísia foi valente na defesa. Neutralizou a maioria dos ataques do adversário, sobretudo no segundo tempo. Evitava dar chutões para frente e tentava sair jogando desde a sua área, mesmo pressionada pelo adversário. O ataque, porém foi completamente nulo. Fez seu gol de pênalti, em uma jogada isolada. Os contra-ataques não evoluíam nos pés de Khazri e F. Ben Youssef, que encontraram muita dificuldade para escapar da marcação.

Postado em 19 de Junho, às 08:08 por Magno Bastos 0 comentários

Por 3x0, Bélgica vence o Panamá, equipe estreante em Copas

Uma das maiores virtudes de uma Copa do Mundo é a possibilidade de confrontos improváveis e novidades entre os participantes. E tivemos esses ingredientes no confronto entre Bélgica e Panamá. O país caribenho fez hoje (18) sua estreia em copas e sua torcida vibrou antes mesmo do apito inicial.

Estar ali já era, por si só, uma vitória. Durante a execução do hino nacional, os jogadores e torcedores não esconderam a emoção. Foi um momento histórico para o pequeno país.

Com a bola rolando, cada ataque do time era acompanhado do grito de incentivo das arquibancadas. A Bélgica, favorita absoluta, venceu. Foi fácil, mas não tanto quanto muitos esperavam. Depois de um primeiro tempo sem gols, os belgas encontraram o caminho das redes e fizeram 3 x 0 diante do Panamá, que não se entregou um só minuto.

Postado em 19 de Junho, às 08:06 por Magno Bastos 0 comentários

Suécia vence Coreia do Sul com pênalti marcado com auxílio do VAR

Em um jogo morno, a Suécia venceu a Coreia do Sul por 1 a 0, pela primeira rodada do grupo F. O gol foi marcado de pênalti, assinalado pelo árbitro com auxílio do VAR, o árbitro de vídeo. Apesar da derrota, o goleiro sul-coreano Cho Hyun-Woo se destacou com boas defesas. A Suécia teve mais volume de jogo e mais posse de bola, apesar de ter sofrido com a velocidade do adversário nos contra-ataques.

A partida ficou marcada pelo grande número de faltas, 43, o que picotou o jogo dos dois times. Com a vitória, a Suécia chega aos três pontos, com um gol feito e nenhum sofrido. Exatamente como o México, que venceu a Alemanha ontem. Alemanha e Coreia do Sul continuam sem nenhum ponto ganho e precisam vencer nas próximas rodadas para continuarem com chances de classificação.

 

Postado em 19 de Junho, às 08:05 por Magno Bastos 0 comentários

Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras segue para Santa Catarina

A 6ª edição do Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras completa nesta quinta-feira (21/6) a sua passagem pelo Estado do Paraná e começa o roteiro em Santa Catarina. A competição com percurso total de 1.730 km termina no sábado (23/6), em Gramado (RS).

No primeiro dia (20/6) o rally de regularidade largou logo cedo do Shopping Iguatemi, em São Paulo, para percorrer 480 km até Curitiba (PR). No trajeto os participantes pararam para almoço em Capão Bonito (SP), e depois enfrentaram 1.250 curvas em cerca de 260 km da Estrada do Rastro da Serpente.

A chegada na capital paranaense foi no Museu de Automóveis Antigos, em frente ao Parque Barigui.

Nesta quinta-feira (21/6) os 44 competidores utilizando carros clássicos fabricados entre 1919 e 1980 largam as 8 horas e descem a deslumbrante Serra da Graciosa, e seguem em direção ao Iate Clube de Caiobá, local do almoço.

No período vespertino tem a travessia do mar por ferry-boat que liga Caiobá a Guaratuba, na divisa para o Estado de Santa Catarina, passando depois por Lauro Müller, Jaraguá do Sul e Pomerode, para descer a chamada Rodovia Alemã da Cerveja, chegando finalmente no Hotel Sesc, em Blumenau, após um total de 316 km no segundo dia.

O Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras é uma realização do MG Club do Brasil, com apoio institucional da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA), da Associação Brasileira das Empresas Importadoras e Fabricantes de Veículos Automotores (ABEIFA) e da Associação Brasileira de Imprensa Automotiva (ABIAUTO). O evento apoia as ações da campanha MAIO AMARELO.

O 6º Rallye Internacional 1000 Milhas Históricas Brasileiras (www.1000milhashistoricas.com.br) tem o apoio de CDL Shopping Iguatemi de São Paulo, Mercedes-Benz, Toyota, Joalheria Taj, Farinha de Trigo Santa Clara, Brunelli Veículos Antigos, Valisere/Body for Sure, Casa Valduga, Braclean, Aldeia da Serra Biscoitos.

Postado em 18 de Junho, às 12:17 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Entenda o que é o VAR, sistema que orienta árbitros por vídeo

Na Copa da Rússia, a Federação Internacional de Futebol (Fifa) implantou um sistema eletrônico de apoio à arbitragem conhecido pela sigla em inglês VAR (Video Assistant Referee).

O VAR tem por objetivo ajudar o árbitro central, no campo de jogo, a tomar decisão em lances considerados duvidosos.

O sistema é formado por uma equipe de juízes e ex-juízes de futebol.

Eles ficam em uma central de vídeo fora do estádio acompanhando por vários monitores de TV toda partida.

A equipe conta também com o auxílio de técnicos em vídeos que escolhem os melhores ângulos do lance duvidoso para o replay da jogada.

Em uma das margens do gramado, o juiz principal poderá rever o lance em um monitor de TV e tomar a sua decisão.

De acordo com a Fifa, o VAR poderá ser utilizado somente em lances decisivos do jogo que não ficaram claros para o árbitro e seus assistentes às margens do campo. Por exemplo, para definir se num lance de gol houve alguma irregularidade; para ter convicção na marcação de uma penalidade máxima; e na identificação de um atleta que tenha cometido uma falta grave.

Segundo a entidade, cabe ao árbitro central solicitar a revisão de um lance.

Nesse caso, ele coloca uma das mãos sobre o ouvido para indicar que está consultando o VAR. Se ele entender que precisa revisar a jogada que ocasionou a dúvida, ele faz um gesto com as duas mãos desenhando um retângulo.

Ele pode definir o lance apenas com as informações dos auxiliares de vídeo ou consultando o monitor à margem do gramado formar a sua convicção do lance.

Na primeira partida da Copa do Mundo, entre a Rússia e Arábia Saudita, vencida pela equipe russa por 5 x 0, nessa quinta-feira (14), o juiz central do jogo, o argentino Néstor Pitana, em nenhum momento o VAR precisou ser utilizado.

Na quarta-feira (13), o ex-árbitro brasileiro Wilson Seneme, membro do Comitê de Arbitragem da Fifa, esteve na concentração do Brasil, em Sochi, onde fez palestra para os jogadores da seleção brasileira sobre o árbitro de vídeo.

Futebol Americano

Novidade no futebol, o VAR já é utilizado desde a década de 1980 na NFL, a liga de futebol americano dos Estados Unidos. Lá, todas as jogadas de pontuação, duvidosas ou não, são revisadas no vídeo.

Além disso, os árbitros podem tirar a dúvida em outros lances, como aqueles em que a posse de bola muda de time ou para saberem se a bola tocou ou não o chão antes que um jogador a agarrasse.

O árbitro de vídeo também é acionado quando um dos técnicos desafia uma marcação de campo.

Quando acontece a revisão, o árbitro vai para uma pequena cabine na lateral do campo e assiste a jogada.

Nesse momento, nenhum jogador se aproxima dele. A torcida também assiste no telão ao replay da jogada. 

Postado em 18 de Junho, às 11:35 por Cristóvão Guimarães 0 comentários


CCSKA continua equilibrado e com novos vencedores Kartismo

O Campeonato ClickSpeed de Kart Amador (CCSKA) chegou à sua metade ainda mais emocionante e equilibrado.

Agora são 19 vencedores diferentes em 23 baterias disputadas nesta temporada.

Na quinta rodada, realizada no último sábado (16/6) no Kartódromo Aldeia da Serra, em Barueri (SP), e que contou com a presença ilustre dos pilotos de Stock Car Max Wilson e Ricardo Mauricio, surgiram três novos vencedores: Bruno Galli (Elite), Sidnei Santiago (Graduados) e Gabriella Morais (Light).

Apenas uma repetição, da equipe UXF Sky, que provocou alteração na liderança do certame, que ficou com os seus pilotos Ryan Nishioka e Gustavo Ariel.

“Nosso campeonato talvez seja o mais equilibrado do kartismo brasileiro. Entre todas as cinco categorias, em três tivemos apenas uma repetição de vitória, e em uma delas os cinco primeiros na tabela de pontuação não venceram nenhuma etapa”, comemora Everton Carajeleascow, organizador e promotor do CCSKA.

Na categoria Elite, a principal do CCSKA, uma das atrações foi a participação de Felipe Baptista, campeão brasileiro e sul-americano de kart, que não teve vida fácil e apesar de toda a sua experiência e talento, terminou na sexta posição.

Bruno Galli venceu pela primeira vez, seguido de Everton Carajeleascow e Alberto Otazú, autor da volta mais rápida. Henrique Morbi largou da pole position, mas recebeu a bandeirada em quinto, logo atrás de Gustavo Ariel. Líder da modalidade, Ryan Nishioka foi apenas o sétimo colocado.

Na Graduados o equilíbrio é fantástico. Sidnei Santiago foi o mais rápido na tomada de tempos e na corrida, e tornou-se o quinto vencedor diferente na temporada. Segundo colocado, mesmo sem ter vencido nenhuma etapa ainda, Ivys Rodrigues só vai aumentando a sua liderança na categoria.

Na Light o domínio foi total de Gabriella Morais, que largou da pole position, estabeleceu a volta mais rápida e alcançou a sua primeira vitória na categoria.

Apesar de ter largado da última posição por ter trocado de kart, Matheus Barros terminou em segundo e está cada vez mais líder.

Novidade deste ano, o Mini Endurance teve pela primeira vez a repetição de um vencedor.

A dupla Ryan Nishioka/Gustavo Ariel (UXF Sky) largou da pole position e mesmo terminando em terceiro foi declarada vencedora depois de 45 minutos de competição.

A Favela Racing (Felipe Baptista/Gustavo Ariel) fez a volta mais rápida e foi a primeira a receber a bandeirada, apenas 1s109 à frente da Kazzo (Alberto Otazú/Henrique Morbi), mas ambas foram penalizadas por problema no pitstop e de pesagem, respectivamente.

Com isto, a equipe UXF é a nova líder.

A sexta etapa do Campeonato ClickSpeed de Kart Amador será no dia 15 de julho, no Kartódromo Nova Odessa.

Classificação da Elite após cinco etapas: 1) Ryan Nishioka, 191 pontos; 2) Everton Carajeleascow, 189; 3) Kleberson Felix, 162; 4) Thiago Barros, 160; 5) Gustavo Ariel, 159; 6) Bruno Galli, 157; 7) Everson Nishioka, 141; 8) Stefano Paladini, 139; 9) Alberto Otazú, 135; 10) Denis Urbanavicius, 106.

Classificação da Graduados após cinco etapas: 1) Yvis Rodrigues, 189 pontos; 2) Marcos Nogueira, 164; 3) Roni Batista, 159; 4) José Jurandir Júnior, 152; 5) Fernando Leandrin, 120; 6) Danilo Barbosa, 119; 7) Luciana Rossi, 119; 8) Felipe Pais, 108; 9) Alisson Gonçalves, 103; 10) Sidnei Santiago, 98.

Classificação da Light após cinco etapas: 1) Matheus Barros, 212 pontos; 2) Gabriella Morais, 185; 3) Ellen Lopes, 164; 4) Sheldon dos Santos, 153; 5) Rafael Tokumori, 143; 6) Walterlei Jesus, 136; 7) Juliana Gonçalez, 130; 8) Filipe Pelegi, 102; 9) Thiago Matos, 85; 10) Renato Piques, 79.

Classificação do Mini-Endurance após cinco etapas: 1) UXF Sky - Ryan Nishioka/Gustavo Ariel, 198 pontos; 2) Agaxtur Racing - Everton Carajeleascow/Thiago Barros, 191; 3) No Brakes - Kleberson Felix/Denis Urbanavicius, 175; 4) UXF - Everson Nishioka/Stefano Paladini, 175; 5) Kazzo - Alberto Otazú/Henrique Morbi, 165; 6) Kartudos - Roni Batista/Fernando Leandrin, 141; 7) Deustch Hangar Racing - Yvis Rodrigues/Bruno Galli, 136; 8) Sky – Sidnei Santiago, 77; 9) Kamikaze- Allisson Gonçalez/Felpe Ferreo, 59; 10) RKC - Fábio Cunha/Fábio PL, 49.
 
O Campeonato ClickSpeed de Kart Amador (CCSKA) é organizado e promovido pela ClickSpeed, com apoio de Agaxtur Viagens (Shopping Jardim Pamplona) e One Photography Media.

Postado em 18 de Junho, às 11:15 por Cristóvão Guimarães 0 comentários

Próximo








Enquetes


Categorias

Áudios Cidades Colunas Educação Entretenimento Esportes PodCast Polícia Política Publicidade Saúde Tempo

Rede Criativa

Mídia Notícias Rádio Hoje Brasil Repórter Hoje

Cidades

Amargosa Brejões Elísio Medrado Itatim Laje Milagres Piemonte do Paraguaçú Recôncavo Baiano Salvador e RMS Santo Antonio de Jesus São Miguel das Matas Ubaíra Vale do Jiquiriçá Varzedo
Anunciar | Você Repórter | Termos de Uso | Contato | Expediente
©Copyright - Criativa On Line - Rede Criativa de Comunicação
A Força da Comunicação na Internet! 22/06/2018 06:23